Título de Cidadão Bonitense é reconhecimento para quem ajuda na construção da história do município

(Foto: Jabuty)

No turismo, na cultura, na política ou economia, Bonito, no interior de Mato Grosso do Sul, está cheia de grandes nomes, pessoas que fizeram a diferença na história, na construção e solidificação do município como um dos melhores destinos de Ecoturismo do mundo. A cidade é um exemplo de que a mistura de raças da certo e de que uma história não se constrói sozinha, tanto que a Câmara Municipal, anualmente, realiza uma sessão solene para entregar títulos honoríficos de Cidadão Bonitense, para aqueles que, embora não nascidos ali, contribuem significativamente para essa construção.

No ano em que a cidade completa 70 anos, a Casa de Leis decidiu conceder o título a 17 pessoas, entre músicos, empresários, representantes da trade turístico e da Justiça. A concessão dos títulos pelo Poder Legislativo Municipal é regulamentada pelo Decreto Legislativo N° 80, de 29 de outubro de 2003.

Durante a cerimônia a presidente do Legislativo, Lúcia Miranda, destacou a importância do título, enfatizando que as pessoas homenageadas a ele fizeram jus, já que têm prestado e certamente continuarão prestando relevantes serviços ao município de Bonito, seja na vida pública ou particular.

Já o prefeito Odilson Soares saudou os homenageados, destacando principalmente a importância da participação social e política para o desenvolvimento de ações conjuntas e solidárias, em prol da população.

Homenagens

Gauchinho é músico reconhecido no município (Foto: Jabuty)

Destacar a contribuição de cada homenageado em apenas um texto seria quase impossível, tem gente que não nasceu na cidade, mas vive ali há tanto tempo que já nem deve lembrar de outra casa, como é o caso do Seu Ramão Lima, que chegou em Bonito há mais de 60 anos e desde então, atua como moto taxista. Ele também colabora permanentemente com a Feira do Produtor, organizando e levando atrações musicais para a ‘Quarta Baileira’. Ele ainda contribui com a cultura local por meio de seu grupo de dança que ensina danças regionais aos participantes, mantendo a tradição na comunidade local.

Outro que gosta de música e tradição é o Izauro Garbin Amaro, ou simplesmente Gauchinho. Bonito já é sua casa há 30 anos e ali ele já autuou na Prefeitura, no setor de assistência social, e como músico. Ele já marcou presença em diversos eventos realizados no município, como o Festival de Inverno e Festival da Fuavira, Feira do produtor, Quermesses, Clube do Laço, e claro, em centenas de festas familiares.

Dilson é outro talento musical de Bonito (Foto: Jabuty)

Dilson Ramos Peralta já vive em Bonito há mais de 50 anos. Nascido com o dom artístico voltado para a música, ele até foi servidor público municipal e também bancário, mas hoje vive exclusivamente da Cultura, onde com frequência faz apresentações em caráter social para as mais diversas entidades do Município. Profissionalmente, já representou Bonito em diversos estados brasileiros, levando a cultura e as tradições da região através da música.

Dona Antonia de Souza Brum reside em bonito a mais de 40 anos e é conhecida por todos como Vó Toninha. Ela está sempre presente nas ações sociais, colaborando com as instituições sociais, filantrópicas e religiosas. Católica, durante anos colaborou com a comunidade fazendo mediações familiares, além de transbordar alegria e contagiar a todos com quem convive, sendo conhecida por todos pelo exemplo de otimismo, fé e companheirismo.

Dona Antônia é exemplo de fé e companheirismo (Foto: Jabuty)

Valdemir Garcia Martins é ​guia de turismo, especializado em atrativos naturais (Foto: Jabuty)

E como falar de Bonito sem reconhecer os que lhe conhecem melhor?! Seu Valdemir Garcia Martins é ​guia de turismo, especializado em atrativos naturais e atua para a conservação dos recursos naturais do município. Ele já foi secretário e líder da Associação dos Guias de Turismo do Município e do Conselho Municipal de Turismo (Comtur).

Outro exemplo disso é Cícero Ramos Peralta, graduado em turismo e pós-graduado em gerenciamento de micro e pequenas empresas, é empresário no setor turístico, e tem participação ativa nas associações de classe do município e também no Comtur, onde participa ininterruptamente desde 2003, tendo presidido o mesmo por sete anos consecutivos. Ele também presidiu a Associação Bonitense de Hotelaria (ABH) foi vice-presidente da Associação das Agências de Turismo de Bonito (Abaetur), tesoureiro do Bonito Convention Visitors Bureau  e professor universitário.

Cícero Ramos Peralta exerce importante papel no desenvolvimento turístico da cidade (Foto: Jabuty)

Decreto Legislativo N° 80

O “Título de Cidadania Bonitense” será outorgado a qualquer pessoa que não seja natural de Bonito, desde que obedecidos os demais dispositivos deste Decreto Legislativo;

  • somente será outorgado título de cidadania ou qualquer outra honraria a pessoas que residem ou que já residiram, pelo menos, 10 (dez) anos no Município de Bonito, exceto quanto tratar-se de:
  • a) exercentes de mandato público eletivo federal ou estadual, desde que contribuíram efetivamente para o desenvolvimento de nosso Município; ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL CÂMARA MUNICIPAL DE BONITO
  • b) profissionais da imprensa que prestaram serviços de significativa relevância na divulgação ampla e clara de nosso Município.

Confira o nome dos cidadãos agraciados com o título de Cidadão Bonitense e dos vereadores que os apresentaram:

  • João Rosa Vizcaino (vereador Edvaldo Rebeque Pereira);
  • Roberto Gurgel de Oliveira Filho (vereador Edinaldo Gregório Dias);
  • Edvaldo Rebeque Pereira (vereador Geraldo Jacques Marques);
  • Valdemir Garcia Martins (vereador Geraldo Jacques Marques);
  • Tânia Van Der Sand (vereadora Maria Lúcia G. de Miranda);
  • Cícero Ramos Peralta (vereador Valdevino Vargas Ribeiro);
  • Dilson Ramos Peralta (vereadora Luísa Cavalheiro de Lima);
  • Ivo Vanzella (vereadora Luísa Cavalheiro de Lima);
  • Silson Ramos Peralta (vereador Valdevino Vargas Ribeiro);
  • Rui Barbosa (vereador Pedro Aparecido Rosário);
  • Décio Pedro Bigaton (vereadora Maria Lúcia G. de Miranda);
  • Reginaldo dos Reis Nunes Rocha (vereador Nixon Vieira dos Santos);
  • Ramão de Lima (vereador Jorge Luís de Figueiredo);
  • Grazielle Salgado Machado (vereadora Luísa Cavalheiro de Lima);
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *