Terceira edição do Festival Cultural do Chamamé de MS começa nesta quarta-feira

Compartilhe:

Evento terá atividades realizadas em cinco locais, reunindo o que há de melhor na gastronomia de MS, Paraguai e Argentina, música e cultura
Festival Cutlural do Chamamé terá atividades realizadas na Praça do Rádio Clube e em mais 4 endereços. (Imagem: Divulgação)
Festival Cutlural do Chamamé terá atividades realizadas na Praça do Rádio Clube e em mais 4 endereços. (Imagem: Divulgação)

Será oficialmente aberta nesta quarta-feira (9), às 16h55, a terceira edição do Festival Cultural do Chamamé de Mato Grosso do Sul: Integração entre Brasil, Paraguai e Argentina. O evento, que será dividido entre cinco locais em Campo Grande, chegará com uma programação musical e gastronômica, além de contar com debate sobre a cultura guarani. A maior parte dos eventos é gratuita, sendo que três bailes terão ingressos vendidos a partir de R$ 20.

Neste ano, o renomado maestro argentino Pajarito Silvestre será o grande homenageado do evento, recebendo também o título de Visitante Ilustre concedido pela Câmara Municipal de Campo Grande.

A programação completa do evento pode ser consultada clicando aqui e aqui.

A abertura do festival acontece com a transmissão ao vivo do programa A Hora do Chamamé, da Educativa 104.7 FM, apresentado por Orivaldo Mengual –presidente do Instituto Cultural do Chamamé do Estado e idealizador do evento– diretamente da Praça do Rádio Clube, a partir das 16h55 desta quarta-feira. O espaço no Centro da Capital será um dos palcos principais do festival onde, às 17h30, sobem ao palco o Grupo Zíngaro (17h30), Laço de Ouro (18h15) e Musical Barnabé (19h).

Às 19h30, o arcebispo metropolitano de Campo Grande, Dom Dimas Lara Barbosa, comanda a abertura oficial, com a procissão da imagem de Nossa Senhora. As bandas do Comando Militar do Oeste e da Prefeitura de Campo Grande participam do ato cívico, sendo que o maestro Santhyago Rios, de Buenos Aires (Argentina), comandará a execução do Hino de Mato Grosso do Sul.

Ele, Jazmin del Paraguay (de Assunción) e Las Guitarras de Curuzú (Cutiá, Argentina) encerram as apresentações desta quarta.

Já durante o primeiro dia do evento, a feira gastronômica e de artesanato na Praça do Rádio estará aberta, reunindo no local pratos regionais sob coordenação de chefs e nutricionistas. O cardápio inclui iguarias como a sopa paraguaia, sarravulho, saltenha, empanadas e comida de comitiva (arroz carreteiro, feijão gordo e macarrão tropeiro com mandioca) e outros pratos da culinária sul-mato-grossense. O artesão Adrian Morinigo (Assunción) expõe produtos como o Ao Po’i (vestidos, blusas, camisas, chombas e manteles), Encaje jú (blusas e manteles), carpetas, pollera e blusa de ñanduti e guampas para tereré. O artesanato local também estará representado.

Cultura

O 3º Festival Cultural do Chamamé também terá eventos realizados em outros locais de Campo Grande. O Marco (Museu de Arte Contemporânea) sediará na quinta-feira (10) o Seminário Integração Cultural, com o tema Cultura Guarani Autóctona, Identidade Genuína (Patrimônio Cultural), Liderazgo Cultural e Educação Baseada na Consciência. As atividades acontecem das 9h às 12h, tendo entre os convidados integrantes do Parlamento Cultural e do Congresso do Paraguai.

Sexta (11), das 9h30 às 12h, o museu sedia oficina de música sobre o Chamamé e os ritmos do folclore da província de Corrientes (Argentina), tendo como convidado o maestro Cesar Frete (Orquestra Folclórica de Corrientes-San Roque).

Sábado (12), na sede do Ballet Isadora Duncan (na rua Brasil, 17, Jardim dos Estados), acontece a oficina de dança “O Chamamé Jeroy Yara”, sob coordenação de Neide Garrido, que vai apresentar introdução à dança e suas variantes.

Domingo (13), das 11h às 15h30, o Shopping Bosque dos Ipês recebe o Festival de Danças, a ser realizado na Praça de Alimentação. Oito escolas e grupos de danças do Paraguai e de Mato Grosso do Sul vão se apresentar para os presentes.

Música

Já a programação musical será realizada em dois locais. A AABB (Associação Atlética Banco do Brasil, na avenida Desembargador Leão Neto do Carmo, 615, no Jardim Veraneio, próximo ao Parque dos Poderes) vai sediar a La Bailanita sempre a partir das 23h55. Os ingressos antecipados custam R$ 20 e, na hora, saem por R$ 25.

Sexta-feira, Pajarito Silvestri y Gruypo Enramada, Filipin y su Harpa e Teresuta Velloso e o Grupo Avareko animam a noite. Sábado, Pajarito e o Enramada e o Avareko repetem a dose, estando também programada a apresentação de Amadeo Campos e Cesar Frete y Grupo.

Domingo, encerrando a programação na AABB, La Bailanita fica por conta de Los Caminantes del Gaúcho Gil, Vicky Sanchez (La Princesita del Chamamé), Amadeo Campos y Trio e o Grupo Zíngaro.

Os shows gratuitos acontecem no palco da Praça do Rádio, onde as feiras gastronômicas e de artesanato seguirão abertas ao público. Na quinta-feira, as atividades começam às 16h50, com shows a partir das 18h30: Filipin y su Harpa, Grupo Calendário, Teresita Velloso, Castelo & Grupo, Fuelles Correntinos e Avareko se apresentam no dia.

Sexta, a praça de alimentação abre às 13h55 e os shows começam às 17h –Musical Barnabé, Roberto Rech Filho, Jaqueline Sanfoneira, Paulo & Sérgio Arguelho, Vicky Sanchez, Mainumby Arte Ballet, Cesar Frete y Trio, Agrupación Danzarte e Amadeo Campos serão as atrações artísticas.

No sábado, a feira gastronômica começa às 14h e, a partir das 15h, a música começa no palco principal. Devem se apresentar o Musical Barnabé, Grupo de Dança Baila Comigo, Nara Leidy, Gabriel Floresta, Cida Ajala, Escuela de Danza Bado Jeroky, Paulo & Sérgio Arguelho, Escuelas de Arpas y Guitarras de Pedro Juan Caballero, Grupo Musical de Danzas Pirebebuy Jeroky, Luis Farias y Grupo, Ballet David Sanches, Pajarito Silvestri y Grupo Enramada, Danzarte e Fábio Kaida.

As apresentações no local terminam no domingo, a partir das 15h: Maninho Rocha; Alcir Rodrigues; Grupo Laço de Ouro; Caio Escobar & Grupo; Castelo, Davi Junior & Maronaze; Zíngaro; e Pedrinho Cantero & Grupo Pegada encerram a programação na Praça do Rádio.

A organização informa que a programação está sujeita a alterações por motivo de força maior.

O 3º Festival Cultural do Chamamé é uma realização do programa A Hora do Chamamé, transmitido pela Educativa 104.7 FM e do Instituto Cultural Chamamé MS; com apoio do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul e Fundação de Cultura da Prefeitura de Campo Grande. A rádio web Chamamé MS, em http://www.chamamems.com.br transmite o evento.


Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *