plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour
Pular para o conteúdo

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

21 de julho de 2024 - 15:39

Temer cobra da Petrobras solução no caso do ICMS do gás

Após encontro casual com o presidente Michel Temer, durante agenda com o ministro Antônio Imbassahy, da Secretaria de Governo da Presidência da República, na manhã desta terça-feira, o governador Reinaldo Azambuja saiu do Palácio do Planalto ainda mais otimista quanto a uma solução positiva para Mato Grosso do Sul em relação ao ressarcimento ao Estado do ICMS do gás boliviano importado pela Petrobras.

Ao se encontrar com o governador na antessala da Secretaria de Governo, o presidente da República convidou-o para tomar um café em seu gabinete, oportunidade em que indagou Reinaldo Azambuja sobre o resultado do seu encontro com o presidente da Petrobras, Pedro Parente, ocorrido na última sexta-feira, em São Paulo. Após relato do governador sobre a posição da estatal em se posicionar esta semana, Michel Temer telefonou para Pedro Parente pedindo todo empenho para atender as demandas de Mato Grosso do Sul.

“O interesse pessoal do presidente por uma solução que minimize o impacto negativo na receita do Estado, com a redução do bombeamento do gás pela Petrobras, fortalece a nossa posição diante da medida unilateral da estatal”, disse o governador, confiante em uma equação financeira, a ser apresentada pela Petrobras, que atenda aos interesses do Estado.

No encontro com o presidente da estatal, acompanhado da bancada federal, Reinaldo Azambuja relatou o desequilíbrio financeiro causado pela empresa aos cofres do Estado com a decisão de reduzir as importações do gás boliviano, gerando um prejuízo acumulado de R$ 939 milhões desde 2015 na arrecadação de ICMS. Pedro Parente reconheceu o impacto da medida ao Estado e prometeu um posicionamento da Petrobras para esta semana.

Recursos

No encontro com o ministro Antônio Imbassahy, da Secretaria de Governo da Presidência da República, o governador Reinaldo Azambuja tratou da liberação, pela União, das emendas parlamentares que garantem recursos para setores prioritários, como saúde, educação, infraestrutura e segurança pública. Presentes na audiência os deputados federais José Orcírio Miranda dos Santos e Vander Loubet.

Fonte: Página Brazil

Foto: Marcos Correa / Presidência da República

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *