Show da Terra traz neste domingo apresentações de Gilson Espíndola e Andreia Rios  

Compartilhe:

Excepcionalmente, o Show da Terra deste domingo vai ao ar ao meio-dia. Sintonize na TVE Cultura MS e curta as apresentações de duas gerações de cantores e compositores que trazem em comum a identidade regional

Gilson Espíndola e Renan Nonato com o o comunicador Zé Trovão e a diretora artística Sandra Freitas

Campo Grande (MS) – No comando de Zé Trovão,  o programa Show da Terra deste domingo traz talentos de gerações diferentes, mas que têm em comum a identidade regional. Os convidados são o cantor e compositor Gilson Espíndola, acompanhado do sanfoneiro Renan Nonato, que se apresenta na primeira parte, e a cantora e também compositora Andreia Rios, acompanhada dos músicos Leonardo (sanfona) e Vinícius (violão).

Gilson Espíndola é de uma família de artistas, na música e nas artes plásticas. Cresceu num ambiente em que a música regional, boleros e guarânias, sempre estiveram presentes nas reuniões familiares onde, já na adolescência, fazia duetos com o pai e ensaiava suas primeiras composições. Ao 56 anos, é uma das vozes da genuína música sul-mato-grossense e como todo músico contemporâneo, tem em sua formação blues, samba e bossa nova e uma especial admiração pelo trabalho de Geraldo Espíndola que, junto com os irmãos Celito, Tetê e Alzira formavam o “Lírio Selvagem”, reconhecido nacionalmente no final da década de 1970. 

Nos anos 1970 e 1980 participou como vocalista e instrumentista do “Benvirá”, quando junto com Marcos Mendes, Pedro Ortale, Toninho Porto e Paulo Ge, fizeram shows pelo Estado em circuitos universitários. Participou de festivais estudantis, do CD Matogrosso do Som e do CD comemorativo do centenário de Campo Grande. Fez shows no Projeto Temporadas Populares, Festival de Inverno de Bonito e Projeto Segunda, dividindo o palco com Boca Livre, Toninho Horta e Lô Borges, respectivamente. 

No primeiro CD da carreira, o álbum “Tudo Azul”, estabeleceu definitivamente entre as referências locais, não só por ter sido gravado nos estúdios locais de Campo Grande, como pela qualidade e cuidados de uma produção musical madura e surpreendente. No segundo álbum “Mosaico”, Gilson presta justa homenagem à família. Com direção musical de Celito Espíndola, ele interpreta composições próprias e dos primos Humberto, Geraldo, Tetê, Alzira, Celito e Jerry.  Neste CD, Gilson vem confirmar sua maturidade musical sendo reconhecido pelo público e principalmente pela classe artística, como um dos maiores potenciais da música regional de Mato Grosso do Sul. 

Gilson ganhou em maio de 2003, com a música “Eco da Paixão” de Jerry Espíndola e Ciro Pinheiro, o “4º Americanta, a nova MPB”, festival realizado pela Prefeitura de Americana, interior de São Paulo, onde concorreu com 978 músicas de todo o Brasil. Participou como convidado do CD “Espíndola Canta” onde interpreta a música “Reino do Pantanal” de Humberto e Jerry Espíndola com atuação no show de lançamento e gravação do DVD. Em julho de 2003 participou do Festival de inverno de Bonito, abrindo o Show da cantora Elza Soares. Em 2006, participou ainda do CD GERAÇÕES, um projeto do músico Márcio de Camilo, com a coletânea dos maiores sucessos “prata da casa”, lançado na concha acústica Helena Meirelles, em 2006. Em 2007 participou do Festival América do Sul, com o Show “O três por Quatro” dividindo o palco com Jucy Ibhanez.

Em 2008 foi ao 9º Festival de Inverno de Bonito, com o Projeto Planeta Música, reunindo dez artistas sul-mato-grossenses em Show de encerramento do festival. Em 2010 participou do Projeto Brasil Canta MS, Projeto esse que foi idealizado e realizado pela Fundação de Cultura do Estado do MS, onde foram realizados 5 Show em 5 capitais do Brasil, São Paulo, Rio de Janeiro, Florianópolis, Curitiba e Porto Alegre.

Em novembro de 2012 fez o Show no Projeto MS Canta Brasil, antes da Banda Detonaltas no Parque das Nações Indígenas. Desde o final do ano de 2014, tem participado como músico no grupo Chalana de Prata composto por Celito Espíndola, Guilherme Rondon, Paulo Simões e o saudoso Dino Rocha . Com o grupo, já se apresentou em Corumbá, Bonito, Paranaíba, Itaquiraí, Campo Grande, Brasília e Rio de Janeiro.

Em agosto dos anos de 2016 e 2017 foi classificado para o FENAC – Festival Nacional da Canção, classificado entre as 100 músicas de mais de 3.000 músicas inscritas de todo Brasil. As etapas dos festivais foram São Thomé das Letras e Extrema, cidades do Estado de Minas Gerais, onde acontece todo ano e é um dos maiores e conceituados festivais do Brasil.

Em 2018 participou de dois projetos realizados pelo Governo do Estado de Mato Grosso do Sul: “Som da Concha” e “FASP – Festival América do Sul Pantanal”. Em agosto participou do programa Senhor Brasil do Rolando Boldrin com a prima Tetê Espíndola e os músicos Caito e Tuco Marcondes. Em setembro do mesmo ano, foi aprovado no edital do FMIC (Fundo Municipal de Investimento Cultural) realizado pela SECTUR/PMCG para produzir o DVD Gilson Espíndola – 40 anos que mostra um pouco de sua trajetória na música sul-mato-grossense. Em maio de 2019, gravou o DVD “Gilson Espíndola – 40 anos – Dois Caminhos” que teve seu lançamento através de uma live em seu canal do Youtube em maio deste ano.

(Contato para shows: Gilson Espíndola (67) 99209-1973)

ARTISTA POR NATUREZA

Andreia Rios, acompanhada dos músicos Leonardo (sanfona) e Vinícius (violão) e Zé Trovão

Na segunda parte do programa, Show da Terra mostra o talento de Andreia Rios, paranaense da cidade de Campo Largo, cuja  trajetória musical começou cedo influenciada por seu pai, que tinha como sonho, seguir a carreira no mundo artístico. Andreia teve seu primeiro contato, ainda na infância, através das aulas de violão, teclado e canto, sendo este último o preferido da cantora. Aos 14 anos, ela e o irmão, formaram uma banda de baile de música tradicional gauchesca. Aos 17 anos, já cantando solo, participou de vários concursos de Rádios e talentos da sua cidade natal, destacando-se e sendo premiada.

No ano de 2008, gravou seu primeiro EP, tendo composição de sua autoria como principal faixa, “NÃO ME IGNORE”.  Em 2010, quando a música ainda era apenas um hobbie, iniciou a graduação no curso de Biomedicina, em Curitiba. Neste período foi conciliando os estudos com a gravação do seu segundo EP, com algumas faixas inéditas. As faixas gravadas foram “LONGE DOS SEUS BEIJOS” e “DO DO DA DA”. Além da graduação e dos shows também se apresentava em cerimônias de casamento. Na época, conheceu o atual produtor musical, “AMARELO”.

Em 2013, passou para a primeira etapa do Programa The Voice Brasil, fator que a impulsionou continuar na carreira artística. Em 2015 já estava formada e atuava como biomédica. Em um domingo de plantão, recebeu a ligação que iria mudar sua trajetória. A ligação era da assessoria da dupla Thaeme e Thiago, a convidando para fazer participação no show que aconteceria na cidade da Lapa, no Paraná. Convite este que prontamente foi atendido por Andreia.

Em 2016 resolveu dedicar-se apenas a carreira como cantora, deixando o emprego de biomédica, o que a levou a tomar uma decisão muito difícil, deixar a família e amigos para se mudar para Campo Grande, capital do MS, cidade onde estava concentrada sua nova equipe de trabalho. 

Com a mudança, foi gravada a faixa inédita “OLHA QUE SACANAGEM”, em maio de 2017. Composição do compositor Caco Nogueira, em parceria com Douglas César. A música moldou sua nova identidade artística. A produção musical mais uma vez ficou por conta do produtor Amarelo, agora também responsável pelo gerenciamento da sua carreira. 2018 foi o ano marcado pela maturidade musical e com ela a composição da nova música de trabalho “MENINA ÁGUIA”.

“Essa composição é muito especial pois retrata muito a realidade em que eu vivia quando era criança, sendo também uma forma de agradecimento para a minha família, meu namorado, meus amigos que eu tive que deixar para trás e conquistar meus sonhos. Sempre que eu volto para a casa dos meus pais a vontade de ficar lá pertinho deles é enorme. Mas sei que Deus tem algo muito maior para mim e como a música diz: “Voa alto, menina, mas volta pra casa” e esse é meu propósito de vida, conquistar tudo o que eu sei que sou capaz, sem esquecer das minhas raízes”. 

Vivendo de música e para a música seu trabalho pode ser conferido no Youtube e nas maiores plataformas digitais, com os perfis Andreia Rios Cantora e Andreia Rios Oficial. 

Transmissão:
https://www.tvecultura.ms.gov.br/ao-vivo/
TVE Cultura – Canal 4.1 TV Aberta – Campo Grande;
TVE Cultura Canal 13.1 TV Aberta – Dourados;
TVE Cultura Canal 45.1 TV Aberta – Chapadão do Sul;
TVE Cultura Canal 15 – NET;

Assista – O programa Show da Terra, com apresentação do comunicador Zé Trovão e direção artística de Sandra Freitas, vai ao ar excepcionalmente neste domingo ao meio dia e reprises às quartas-feiras às 16h e aos sábados às 10h30 na TVE Cultura MS.

 


Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *