plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour

Servidores da Fertel elegem seus representantes em Conselho de Programação da FM 104.7 Educativa e TVE Cultura

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Carlos Dhiel e Clayton Sales, suplente e titular dos servidores no Conselho de Programação da Fertel. (Foto: Daniela Lima)
Carlos Dhiel e Clayton Sales, suplente e titular dos servidores no Conselho de Programação da Fertel. (Foto: Daniela Lima)

Servidores da Fertel (Fundação Luiz Chagas de Rádio e Televisão Educativa de Mato Grosso do Sul) elegeram na manhã desta quinta-feira (5) seus representantes no Conselho de Programação da instituição. O órgão, recriado por determinação do governador Reinaldo Azambuja, terá entre suas atribuições deliberar sobre a grade de programação da FM 104.7 Educativa e a TVE Cultura.

Por aclamação, o radialista Clayton Sales foi eleito titular para a cadeira de representante dos servidores no conselho, tendo Carlos Dhiel como suplente. Clayton foi indicado para o posto por colegas pelo tempo de serviço e experiência prestados à Fertel.

“É muito importante ter um representante de quem está aqui, no dia a dia, opinando sobre aquilo que produz no seu trabalho”, destacou Clayton, que já foi conselheiro no passado e segundo quem “o conselho dará voz tanto em relação à TV como à rádio, sendo importante essa participação dos servidores”.

Servidores elegeram nesta quinta-feira integrantes do Conselho de Programação da Fertel. (Foto: Daniela Lima)
Servidores elegeram nesta quinta-feira integrantes do Conselho de Programação da Fertel. (Foto: Daniela Lima)

O Conselho de Programação da Fertel foi instituído pelo governo do Estado por meio do decreto 15.001/2018, publicado em 23 de maio deste ano, como meio de garantir tanto a independência como a sintonia entre a Rádio e TV Educativa de Mato Grosso do Sul e a sociedade, conforme frisou o presidente da fundação, jornalista Bosco Martins.

“É a democratização da rede pública de rádio e televisão em nosso Estado, garantindo que esse sistema cumpra a missão de dar visibilidade aos temas de relevância local, que não costumam ter espaço em veículos comerciais, contando com a participação de setores da sociedade e também de quem está envolvido no processo de apuração e produção de conteúdo”, destacou Bosco. “Assim, a população de fato fará a apropriação de um sistema de comunicação que lhe pertence de fato e direito”.

Bosco explicou que conselho dá mais independência à Fertel e alinha Rádio e TV Educativa de MS aos interesses da sociedade. (Foto: Daniela Lima)
Bosco explicou que conselho dá mais independência à Fertel e alinha Rádio e TV Educativa de MS aos interesses da sociedade. (Foto: Daniela Lima)

O conselho é composto por 12 integrantes, incluindo o presidente da Fertel, Bosco Martins; o diretor de Operações, Cézar Roriz, os titulares da Gerência de Administração e Finanças, Jucimar Luiz; da Gerência de Rádio, Anderson Barão; Gerência de TV, Rose Rodrigues; o representante dos servidores da fundação, Clayton Sales; e seis membros representantes de reconhecida capacidade técnica.

Neste grupo, estão incluídos indicados da SECC (Secretaria de Estado de Cultura e Cidadania), Segov (Secretaria de Estado de Governo e Relações Institucionais), Sindjor-MS (Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Mato Grosso do Sul), Sintercom-MS (Sindicato dos Radialistas e Publicitários Profissionais de Mato Grosso do Sul), Simatec-MS (Sindicato dos Músicos, Autores e Técnicos de Mato Grosso do Sul) e da Associação das Produtoras Brasileiras de Audiovisial/Centro-Oeste. Cada órgão indica seu titular e um suplente.

Pelo decreto baixado pelo governo estadual, o Conselho de Programação da Fertel tem entre suas atribuições aprovar, previamente, a programação da rádio e televisão “observadas as diretrizes afetas à área formuladas pelo Ministério da Educação”, examinar relatórios relativos à execução dos projetos de programação e estimular a integração com entidades que integram o Sistema Nacional de Radiodifusão Educativa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.