“Senhor Palmeiras”, ex-volante Galeano participa do Cartão Verde

Compartilhe:

Programa que também marca a estreia de Bernardo Ramos Albuquerque no time de comentaristas vai ao ar na TVE Cultura MS a partir das 18h45

Esta segunda-feira (4) é dia de estreia no Cartão Verde. O programa que vai ao ar na TVE Cultura MS recebe o ex-volante e atual auxiliar técnico do Fortaleza, Marcos Aurélio Galeano, um dos jogadores que mais atuou pelo Palmeiras; e a partir desta edição passa a contar com o comentarista Bernardo Ramos Albuquerque na bancada de apresentadores. O programa vai ao ar a partir das 18h45, podendo ser acompanhado também pelo Portal da Educativa.

Galeano foi ídolo no Palmeiras, onde atuou por 474 partidas e conquistou a Libertadores de 1999. (Foto: TV Cultura/Reprodução)
Galeano foi ídolo no Palmeiras, onde atuou por 474 partidas e conquistou a Libertadores de 1999. (Foto: TV Cultura/Reprodução)

Galeano, até hoje lembrado pelos torcedores do Alviverde paulista, foi campeão da Libertadores pelo clube em 1999. Nascido em Ivaiporã em 1972, jogava como zagueiro ou volante. Começou profissionalmente já pelo Palmeiras em 1989, aos 17 anos –por empréstimo, defendeu o Rio Branco (SP) e o Juventude (RS), sendo campeão da Série B de 1994 pelo clube gaúcho.

Em 1996, retornou ao Palmeiras, no momento em que o clube viva o auge da boa relação com a multinacional Parmalat. Permaneceu no time até 2002, período em que ganhou apelidos como “Senhor Palmeiras” e “Guerreiro do Verdão”, sendo considerado um dos ídolos da história recente do clube. Fez 474 partidas pelo time, sendo campeão Paulista (1996), da Copa do Brasil e Copa Mercosul (1998), Libertadores (1999), Torneio Rio-São Paulo e da Copa dos Campeões (2000).

Depois, seguiu para o Botafogo, onde chegou a ser capitão mas teve a carreira marcada por uma polêmica: o Alvinegro fazia uma campanha ruim no Brasileirão, e o jogador disse que, caso marcasse um gol no confronto contra o Palmeiras, não comemoraria. Ele acabou escalado para cobrar um pênalti naquela partida, quando seu ex-time ganhava por 2 a 1, e chutou para fora. O episódio o perseguiu, e no início de 2003, Galeano deixou a Estrela Solitária –que, ao lado do Palmeiras, foi rebaixado para a Série B.

Também atuou pelo Bahia, Figueirense, Ponte Preta, Fortaleza, Goiás, Sertãozinho (SP) e Ituano (SP), onde deixou a carreira de jogador, em 2008, tornando-se dirigente. Em 2010, assumiu cargo de supervisor de futebol no Palmeiras.

Reforço

A partir desta segunda-feira, o Cartão Verde passa a contar também com a contribuição de Bernardo Ramos Albuquerque, jornalista com passagens por grandes veículos de comunicação do Brasil. Começou na imprensa carioca e, em 2005, migrou para o Grupo Band –atuando na BandNews FM de São Paulo.

Atuou como repórter especial da Seleção Brasileira e em coberturas de Olimpíadas, Copa do Mundo, Copa das Confederações e Copa América, além de trabalhar em finais da NBA e do Mundial de Rali. Também foi comentarista de diferentes atrações da TV Bandeirantes, incluindo o Os Donos da Bola.

Assista – O Cartão Verde é uma produção da TV Cultura de São Paulo retransmitida por emissoras parceiras de todo o país, que há mais de 25 anos discute semanalmente novidades sobre o futebol nacional e mundial.

TVE Cultura transmite o Cartão Verde em dois horários: às segundas-feiras, a partir das 18h45, quando é feita análise da rodada de competições no fim de semana; e às quartas-feiras, às 19h, trazendo o pré-jogo das partidas de futebol do dia. O programa também pode ser acompanhado no Portal da Educativa (na aba Assista a TV e no link Ao Vivo) e pela fan page da rede social Facebook.


Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *