plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour

SED distribui 5.088 exemplares da Coletânea MS Alfabetiza para municípios da CRE-2 Metropolitana  

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Secretaria de Estado de Educação (SED), em regime de colaboração com os municípios de MS, realizou, na tarde desta quarta-feira (23), no Centro de Formação e Pesquisa, Professora Doutora Mariluce Bittar, em Campo Grande, a entrega de 5.088 exemplares da Coletânea MS Alfabetiza, do Programa MS Alfabetiza – Todos pela Alfabetização da Criança, que tem adesão de 100% dos municípios de Mato Grosso do Sul.

O evento contou com a participação dos prefeitos, secretários municipais de educação e coordenadores municipais do Programa MS Alfabetiza dos municípios de Bandeirantes, Camapuã, Corguinho, Jaraguari, Nova Alvorada do Sul, Ribas do Rio Pardo, Rochedo, Sidrolândia e Terenos. Os municípios mencionados são atendidos pela Coordenadoria Regional de Educação (CRE-2) região metropolitana de Campo Grande.

O Programa MS Alfabetiza foi lançado em outubro do ano passado, é uma parceria com Fundação Lemann, Instituto Natura, Bem Comum, Parceria pela Alfabetização em Regime de Colaboração (PARC), Assomasul, Undime e Fundação de Apoio e Desenvolvimento à Educação Básica de Mato Grosso do Sul.

Secretária de Estado de Educação Cecilia Motta enfatiza o regime de colaboração

Dentre os eixos do Programa está a oferta de Material Didático Complementar, que está sendo realizada no mês de março a entrega para as secretarias municipais de educação. A coletânea MS Alfabetiza será disponibilizada aos estudantes dos 1º e 2º anos do Ensino Fundamental e o livro do professor para os regentes das respectivas turmasSerão distribuídos aproximadamente 84 mil livros para os estudantes da rede pública e 3.400 livros do professor. Na tarde desta quarta-feira foram distribuídos 5.088 livros aos municípios acima citados.

Regime de Colaboração

Na abertura da solenidade, a secretária de Estado de Educação Cecilia Motta mencionou a importância do programa “É gratificante poder trabalhar num programa que tem adesão de 100% dos municípios de Mato Grosso do Sul, sabemos do engajamento de todos, nosso MS é destaque nacional, com excelentes indicadores com relação aos outros estados, estamos na vanguarda em utilização de tecnologia nas aulas remotas, nossas ações são exemplos e inspiração para outros estados, sinal que estamos no caminho certo”.

Coordenadora Estadual do Programa MS Alfabetiza Jucilene Ruiz

Cecilia Motta lembrou ainda aos gestores municipais, secretários municipais de educação e coordenadores, que o sucesso na alfabetização contribui para o desenvolvimento do estudante em todas as etapas da Educação Básica. “Eu sempre defendi a bandeira municipalista, o governador Reinaldo Azambuja é municipalista, portanto é relevante o Regime de Colaboração entre Governo de MS e municípios, buscamos a implementação de uma política com foco na alfabetização das crianças até o 2º ano do Ensino Fundamental, acredito na política de estado, educação deve ser usada como arma de defesa e evolução, serão 757 escolas de MS impactadas nos anos iniciais, nossa luta pela educação na primeira infância são de décadas, o produto está ai e o benefício será da criança e o desenvolvimento local será notório com este investimento na educação”, destaca a secretária.

Presidente da UNDIME Mato Grosso do Sul, Guerino Perius

Coordenadora Estadual do Programa MS Alfabetiza, Jucilene Ruiz agradeceu os colaboradores para elaboração da coletânea, em especial a artista Ana Flávia Caldera dos Santos que, na abertura do evento, realizou a interpretação da música regional intitulada “Roda de Tereré”, temática do vídeo institucional do Programa “MS Alfabetiza”, ela que cedeu músicas para enriquecer a Coletânea MS Alfabetiza.

Presidente da UNDIME Mato Grosso do Sul, Guerino Perius, representando os secretários municipais de MS, ressaltou o trabalho espetacular dos envolvidos no Programa MS Alfabetiza e lembrou do grande desafio que os municípios têm. “São 79 municípios que aderiram ao programa, isso mostra responsabilidade, compromisso e gratidão. O governo de MS está sempre trabalhando em regime de colaboração, hoje cada prefeito, cada gestor educacional irá contribuir com trabalho, determinação para que possamos, com responsabilidade, perante a comunidade sul-matogrossense, lutar para uma educação de qualidade”, lembrou.

O prefeito do município de Camapuã, Manoel Eugênio Nery

O prefeito de Camapuã, Manoel Eugênio Nery, que tem na sua equipe a secretária de Educação Selma Rodrigues Ramires e coordenadora do Programa, Maria Lucia da Silva, falou da importância do trabalho da SED e do regime de colaboração com os municípios.“Estou orgulhoso de poder participar deste evento, temos apreço pelo trabalho realizado pela professora Cecilia, pelo seu gabarito, capacidade e dedicação, com reconhecimento no âmbito nacional. Foram dois anos complicados, sofridos e sabemos que esta equipe de professores a recuperação será exitosa, sem dúvidas este é um momento importante para a Educação de Mato Grosso do Sul”, relata prefeito Manoel.

Prefeito de Nova Alvora do Sul José Paulo Paleari

O gestor de Nova Alvorada do Sul, José Paulo Paleari, esteve presente com a secretária de Educação Ângela Regina Rezende, coordenadora do Programa, Marizeth Ferreira de Sá, e enalteceu o momento. “ Fiz questão de vir hoje para parabenizar a Secretária de Estado de Educação e agradecer pela atenção especial da secretária Cecilia e olhar carinhoso para o município de Nova Alvorada do Sul, onde no regime de colaboração, sua dedicação e amor à educação é gritante, o programa tem enfoque na nossa cultura, na regionalização, não apenas em meu município, mas em todo o Estado de MS, elevando Mato Grosso do Sul na vanguarda da Educação em nosso país”, relata o prefeito José Paulo.

De acordo com a coordenadora de Formação Continuada e diretora presidente da Fundação de Apoio à Educação Básica de Mato Grosso do Sul, Alessandra Beker, o evento teve por objetivo promover momentos de reflexões sobre a implementação do Programa, “considerando o processo de alfabetização do nosso Estado e as ações educativas a serem desenvolvidas nas escolas, durante este ano letivo”.

Artistas que colaboraram com a Coletânea MS Alfabetiza

A coordenadora Regional de Educação da CRE-2, Hania Godoy, lembrou do grande desafio que os 79 municípios têm. “Isso mostra responsabilidade, compromisso e gratidão. Hoje cada gestor educacional irá contribuir com trabalho, determinação para que possamos, com responsabilidade, perante a comunidade sul-matogrossense, lutar para uma educação de qualidade”.

MS Alfabetiza

O Programa MS Alfabetiza – Todos pela Alfabetização da Criança – tem por finalidade o estabelecimento de condições necessárias para que os estudantes matriculados nas redes públicas sul-mato-grossenses adquiram o domínio das competências de leitura e escrita adequados à sua idade e ao seu nível de escolarização.

Sabe-se que o sucesso na alfabetização contribui para o desenvolvimento do estudante em todas as etapas da educação básica; diante disso, e considerando a relevância do Regime de Colaboração, esta Secretaria busca a implementação de uma política com foco na alfabetização das crianças até o 2º ano do Ensino Fundamental.

Para atingir esse objetivo, o Estado de Mato Grosso do Sul celebra a parceria com municípios sul-mato-grossenses, tendo como objetivo viabilizar e fomentar a colaboração entre a Rede Estadual e as redes municipais de ensino, por meio de ações conjuntas voltadas ao fortalecimento da aprendizagem e da melhoria dos indicadores educacionais dos estudantes matriculados nos dois primeiros anos do ensino fundamental.

Eixos

O Programa MS Alfabetiza contempla os seguintes eixos: Formação continuada dos professores e gestores escolares; Avaliação externa e acompanhamento dos indicadores de aprendizagem; Fortalecimento da gestão escolar; Cooperação e incentivos entre estado e municípios; Oferta de material didático complementar.

Em suma, o programa objetiva implementar uma política de melhoria da aprendizagem nos anos iniciais do Ensino Fundamental, com ênfase na Alfabetização; fortalecer o Regime de Colaboração entre o Estado e os Municípios, no processo educacional; e criar soluções específicas de âmbito estadual e local.

Investimento

O Programa é responsável por investimentos em diversas frentes, tais como Aquisição de Livro Didático, premiações destinadas às escolas que obtiverem os melhores índices de alfabetização, contribuições financeiras às escolas com os menores índices de aprendizagem (denominadas “escolas apoiadas”), recursos para avaliações anuais pela SED e bolsas para Formação dos profissionais. Ao todo, está previsto um investimento de R$ 8,3 milhões para as ações de 2022.

Adersino Junior, SED

Fotos: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.