plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour
Pular para o conteúdo

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

23 de julho de 2024 - 03:57

Riedel discute estratégias para Bioceânica em Fórum na Argentina

O governador Eduardo Riedel participa nos dias 13 e 14 de abril (quinta e sexta), em Salta, na Argentina, do 3º Fórum dos Territórios Subnacionais do Corredor Bioceânico, que terá como eixos principais o tratado de logística e transporte, obras públicas, comércio e procedimentos fronteiriços. Ele é o único governador brasileiro que vai participar do evento internacional.

O encontro vai reunir governadores dos estados subnacionais dos quatro países que integram a Rota Bioceânica (Argentina, Brasil, Chile e Paraguai), além de representantes de Relações Exteriores, prefeitos, reitores de universidades e membros de Câmaras e entidades empresariais. A rota bioceânica facilitar o escoamento de produtos sul-mato-grossense e do restante do País para China, por meio do Oceano Pacífico. O corredor ainda vai fortalecer a relação dos países do Mercosul com o mercado asiático.

Para o governador, o evento fortalece os interesses comuns dos países (Argentina, Brasil, Paraguai e Chile) por onde vai passar a Rota Bioceânica. “Precisamos alinhar ações no sentido de garantir o crescimento econômico regional, considerando o turismo, as culturas e a sustentabilidade ambiental”, afirma Riedel.

Em fevereiro, o governador esteve em Brasília para garantir o avanço nas obras da ponte que vai ligar o município de Porto Murtinho à cidade paraguaia de Carmelo Peralta e que compõe a Rota Bioceânica.

“A ponte sobre o Rio Paraguai é um projeto prioritário de nosso governo e essas questões envolvendo o acordo entre os dois países são fundamentais para o avanço das obras, por isso acompanhamos de perto. Seguimos agora na viabilização dos recursos necessários para a construção do acesso rodoviário até a ponte, a fim de que as duas obras tenham o mesmo cronograma de conclusão”, disse à época.

Alexandre Gonzaga, Comunicação do Governo de MS
Foto: Álvaro Rezende/Arquivo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *