plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour

Reinaldo vistoria obras do Hospital de Câncer; unidade será inaugurada em outubro

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Em ritmo acelerado, as obras do novo prédio do Hospital de Câncer Alfredo Abrão (HCAA), em Campo Grande, devem ser concluídas nas próximas semanas. A estimativa da Fundação Carmem Prudente, que mantém a unidade hospitalar, é inaugurar a obra na segunda quinzena de outubro. Nesta quinta-feira (29), o governador Reinaldo Azambuja e o secretário de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul, Nelson Tavares, vistoriaram a construção.

“A obra avança muito rápido e está na fase final. É muito bom ver isso porque o funcionamento desse hospital é prioridade para as pessoas de Mato Grosso do Sul, e o Governo do Estado vai transformar o Hospital de Câncer em referência oncológica para o Estado”, falou o governador Reinaldo Azambuja.

Em janeiro desse ano o Governo do Estado aportou R$ 1,2 milhão para obras de finalização do subsolo e do térreo do prédio, onde funcionarão 20 Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), salas de exames, consultórios, recepção e salas administrativas. O HCCA ainda recebeu  R$ 400 mil de emendas parlamentares de 20 deputados estaduais e R$ 208,5 mil do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS). Os recursos serão utilizados para equipar a unidade.

Atualmente, o Hospital de Câncer funciona no cruzamento da Avenida Presidente Ernesto Geisel com a Rua Marechal Cândido Mariano Rondon. A unidade faz cerca de 16 mil procedimentos por mês e conta com 48 leitos. O novo prédio está em construção na Rua Marechal Cândido Mariano Rondon, ao lado do já existente.

h-cancer-62
Novo prédio do HCAA será inaugurado na segunda quinzena de outubro

Abertura de novos leitos – Seguindo a lógica de reestruturação do Sistema de Saúde de Mato Grosso do Sul, o Governo do Estado abriu, em agosto desse ano, oito novos leitos de UTI no Hospital de Câncer em Campo Grande. Somados aos quatro já existentes no local, são 12 leitos mantidos pelo Estado no HCCA a um custo de R$ 540 mil/mês. A intenção é abrir outros oito até o final do ano, após a inauguração do novo prédio, totalizando 20 leitos de UTI adulto com custeio mensal de R$ 900 mil.

O programa de reestruturação do sistema de saúde do Estado prevê a abertura de 60 leitos de UTI na Capital e no interior de Mato Grosso do Sul. Além dos oito novos leitos de UTI adulto no Hospital Alfredo Abrão, o Governo já entregou 10 leitos de UTI no Hospital Regional de Mato Grosso do Sul, em Campo Grande, e 10 leitos no Hospital da Vida em Dourados. Ainda está prevista a entrega de 10 leitos de UTI no Hospital Regional de Nova Andradina e outros 10 no Hospital Regional de Ponta Porã.

Para o governador Reinaldo Azambuja, a entrega dos leitos é uma ação direta nos municípios e forma de dar melhores condições de acesso aos atendimentos de urgência para a população. Todos estão disponíveis por meio do Sistema Único de Saúde.

Bruno Chaves, da Subsecretaria de Comunicação do Governo do Estado | Fotos: Chico Ribeiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.