Programa Gestão por Competência é apresentado a lideranças sindicais no Fórum Dialoga

Compartilhe:

Campo Grande (MS) – As secretarias de Estado de Governo e Gestão Estratégica (Segov) e de Administração e Desburocratização (SAD) promoveram na manhã desta terça-feira (14) mais uma edição do Fórum Dialoga, reunindo lideranças do funcionalismo público. O objetivo foi informar os dirigentes sobre o programa de Gestão por Competência, que está sendo implementado pelo Executivo Estadual.

O Fórum Dialoga é um instrumento construído pelo Governo Estadual com objetivo de facilitar a interlocução com as entidades de classe representativas dos servidores. O Fórum reúne 40 entidades foi determinante nas negociações salariais encerradas recentemente, uma vez a partir das reuniões coletivas realizadas no início deste ano iniciou-se encontros individuais com as categorias, os quais culminaram no plano de reajuste do funcionalismo público do Estado.

Os líderes participaram da palestra Implantação do Sistema de Gestão pela Competência, ministrada pela representante do Movimento Brasil Competitivo Renata Vilhena. Ex-secretária de Planejamento do Governo de Minas Gerais, Renata detalhou o projeto criado para estimular a atuação dos servidores e dar oportunidades de ascensão no quadro funcional. “A gestão por competência não é um programa de governo, é um processo que vai ficar para a carreira do servidor”, afirmou o secretário adjunto da SAD, Édio de Souza Viégas

O dirigente destacou a relevância de reunir as lideranças sindicais em uma ação do Fórum para disseminar a ação do governo. “Não podemos nos limitar às discussões salariais, mas manter uma política permanente de interação. Estamos implementando um método já comprovado em órgãos públicos e privados que dão ferramentas para aumentar e eficiência do servidor e mudar a relação do servidor público com a sociedade”, afirmou Viégas.

O sistema de mapeamento das competências dos servidores sul-mato-grossense foi detalhado pela gerente do projeto, a psicóloga e servidora de carreira da SAD, Ana Carina do Prado Ávila Verbisck. Os servidores responderão questionário on line por meio do sitewww.meritocracia.ms.gov.br, disponível a partir do dia 16 de junho.

Renata destacou que os processos para a avaliação de eficiência passam pela indicação individual do servidor sobre quais competências ele se atribui. Competência, definiu a assessora na palestra, pode ser reconhecida pela fórmula CHA, que reúne Conhecimento (saber); Habilidades (saber fazer) e Atitudes (querer fazer).

A metodologia de Gestão por Competência vem sendo aplicada em empresas como Banco do Brasil, Banco Central, Supremo Tribunal de Justiça, Secretaria de Fazenda do Estado de São Paulo, Funasa, Embrapa. “Vamos fazer o mapeamento que vai trazer um conjunto de benefícios para valorizar o servidor e melhorar as entregas para a sociedade”, finalizou.

Rosane Amadori – Subsecretaria de Comunicação/Segov

Foto:Chico Ribeiro

 


Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *