plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour
Pular para o conteúdo

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

21 de julho de 2024 - 01:00

Presidente da Fertel e secretário de Cultura participam de seminário sobre desenvolvimento regional do audiovisual no RJ

O diretor-presidente da Fertel (Fundação Estadual Luís Chagas de Rádio e Televisão Educativa), jornalista Bosco Martins e o secretário de Estado de Cultura e Cidadania, Athayde Nery participam do I Seminário de Desenvolvimento Regional do Audiovisual – Brasil de Todos os Sotaques, no auditório da Fundação Casa de Rui Barbosa, no Rio de Janeiro, nesta quinta-feira (4).

O Evento tem como objetivo promover o intercâmbio entre dirigentes culturais de todo o País e apresentar os resultados das ações do Programa Brasil de Todas as Telas, que visam promover a nacionalização da produção audiovisual brasileira.

Em Mato Grosso do Sul, dois documentários que narram um pouco da cultura indígena do Estado estão entre as 249 horas de conteúdo exclusivo, liberados pela Ancine (Agência Nacional de Cinema) para 199 tevês de campo público.

Os materiais foram produzidos por 83 produtoras brasileiras independentes, das cinco regiões do país e são resultado da primeira chamada pública da Linha de Produção de Conteúdos destinados às TVs Públicas do Programa Brasil de Todas as Telas.  Todas as produções contam com investimentos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA). As produções de MS, ‘Fronteiras Fluidas’ e a ficção ‘Guateka’ estão na programação da TV Educativa

O Programa Brasil de Todas as Telas é o maior programa de desenvolvimento do setor audiovisual já implementado no Brasil. Formulado pela ANCINE em parceria com o Ministério da Cultura – MinC, e com a colaboração do setor audiovisual por meio de seus representantes no Conselho Superior do Cinema e no Comitê Gestor do Fundo Setorial do Audiovisual, visa promover a expansão do mercado e a universalização do acesso às obras audiovisuais brasileiras.

Suas ações objetivam estimular o desenvolvimento dos agentes econômicos, ampliar a produção regional e promover o acesso de um número cada vez maior de brasileiros aos conteúdos produzidos pelos talentos nacionais, em todas as plataformas de exibição.

A programação do seminário conta com um painel sobre as políticas de regionalização do audiovisual, apresentado pelo diretor-presidente da ANCINE, Manoel Rangel, e com três mesas redondas que reúnem autoridades das esferas estadual e municipal de todo o País, além de representantes da indústria audiovisual.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *