plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour

Pantaneiros que se dedicam à pecuária sustentável podem economizar 67% de ICMS

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
(Foto: Portal Mato Grosso)

O pecuarista da região do Pantanal que se dedica à produção de carne sustentável pode ter isenção de até 50% do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS), e aqueles que produzem carne orgânica, a isenção pode chegar a 67%. Os descontos estão previstos no Programa Carne Sustentável do Pantanal, que foi apresentado aos produtores rurais na última sexta-feira (3/9) no Sindicato Rural de Corumbá.

O Programa é uma iniciativa do Governo do Estado em parceria com a Associação Pantaneira de Pecuária Orgânica e Sustentável.

É uma certificação do processo produtivo da fazenda, com protocolos de baixo impacto ambiental, devidamente certificados por empresas independentes, acreditadas pelo INMETRO, como explica o pecuarista e presidente da ABPO, Eduardo Cruzeta. Ele diz que a proposta é inovadora e atende uma série de exigências de mercados externo e interno.

Saiba mais na reportagem de Maristela Cantadori

 

  • O rebanho bovino do Pantanal está em torno de 4 milhões de cabeças e todos os anos saem 1 milhão para comercialização. A expectativa é que 30% deles sejam aptos a participar do Programa Carne Sustentável do Pantanal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.