Pablo Ignacio e a dupla Cleonir e Carlão embalam o Show da Terra

Compartilhe:

Pablo Ignacio e Abel Baez se apresentam com o pesquisador Carlos Luz ao lado. (foto: Daniel Rockenbach)

Neste domingo (02/06)  o programa Show da Terra com Zé Trovão na TVE Cultura recebe o paraguaio Pablo Ignacio e a dupla Cleonir e Carlão. O programa também traz uma conversa mais que especial com Carlos Luz, responsável pelo projeto Memória Fonográfica, um resgate em vinil da música sul-mato-grossense.

Nascido em Assunção, capital do Paraguai, Pablo Ignacio Benitez começou a carreira trazendo a América Latina e o Paraguai em suas canções. Com o grupo “Paraguaiy Nee”, Pablo rodou a América do Sul e a Europa em apresentações. Pablo morou na Europa por vários anos tendo fixado moradia na França, Itália e Suíça, país onde conheceu a harpista e cantora paraguaia Dolly Riquelme com quem gravou um CD e fez várias apresentações.

No momento, Pablo reside em Campo Grande mas os planos para o futuro incluem uma volta para a Europa para novas apresentações. Essa vida nômade começou 30 anos atrás quando Pablo era produtor musical. Depois de perder tudo como empresário, ao ver um violão em uma loja, Pablo aceitou o desafio do vendedor que o provocou a aprender a tocar e desde então, viveu a música na sua essência nas últimas três décadas. Em sua apresentação no Show da Terra, Pablo veio acompanhado do sanfoneiro Abel Baez.

Cleonir e Carlão cantam com Ado Souza no violão e Celinho na sanfona. (foto: Daniel Rockenbach)

O duo pantaneiro Carlão e Cleonir surpreende pela simpatia e jovialidade. Quem vê, logo imagina que a dupla tem décadas de carreira mas a surpresa vem quando um animado Carlão revela que a dupla tem 19 anos de estrada. Em 2000 o duo, que também é um casal, lançou seu primeiro disco pela Sapucai.

As letras são escritas por Cleonir que já colaborou com composições gravadas por vários outros músicos mas só a partir de 2000 passaram a ser executadas pelo casal que tem longa amizade com músicos como Ado Souza, violeiro que acompanhou a apresentação da dupla no programa e também produz vários artistas regionais. O casal está junto há 43 anos, já gravou 4 discos e participou de várias coletâneas de amigos músicos. Além de Ado, acompanhou o casal na sanfona o talentoso Celinho corumbaense, um veterano do programa de outras participações.

Durante a gravação, o pesquisador Carlos Luz apresentou o projeto Memória Fonográfica, um acervo com mais de trinta mil discos em vinil de artistas da música sul-mato-grossense. O projeto tem 20 anos de existência e mantém seu acervo no Museu da Imagem e do Som de Mato Grosso do Sul (MIS MS)  que fica no 3º andar do Memorial de Cultura Apolônio de Carvalho, na Avenida Fernando Corrêa da Costa, 559. O acervo que 3 anos atrás passou a contar com o apoio do Fundo de Investimento à Cultura (FIC) pode ser conferido em horário comercial no museu.

O pesquisador Carlos Luz fala sobre o projeto Memória Fonográfica. (foto: Daniel Rockenbach)

Parte do acervo fonográfico integra atualmente a exposição “Mulheres EmCanto”, de curadoria da produtora Ana Rita Moraes, na galeria da Fertel. O recorte do acervo do projeto Memória Fonográfica traz apenas os discos das mulheres da nossa terra, uma homenagem dos responsáveis ao mês da mulher em março passado. A exposição pode ser visitada gratuitamente em horário comercial na galeria da Fertel na Avenida Desembargador Leão Neto do Carmo, s/n.

Para contratar Pablo Ignacio para shows, o telefone é (67) 99309-1128. Para contar com o talento da dupla Cleonir e Carlão, o Duo Pantaneiro, o telefone é (67) 99908-7865.

Assista – “Janela sobre um novo olhar de Mato Grosso do Sul”, o Show da Terra é apresentado por Zé Trovão e traz o melhor da música, artes e culinária de Mato Grosso do Sul, por meio de entrevistas e apresentações. O programa vai ao ar na TVE Cultura às 11h de domingo, com reprise às 19h de segunda-feira, podendo ser acompanhado também pelo Portal da Educativa (na aba Assista a TV).


Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *