Rádio e TV Educativa de MS

O que é visagismo?

Assim como a identidade visual de uma organização, é preciso encontrar expressões estéticas que harmonizem com a personalidade
0

Apesar de ter sido criada na década de 30 pelo maquiador e cabeleireiro francês Fernand Aubry, essa técnica começou a se expandir somente em 2002, quando o artista plástico Philip Hallawell lançou o livro “Visagismo: Harmonia e Estética”.

O visagismo não se restringe a uma análise estética. Ele também analisa o que é funcional para uma personalidade e tipo físico

Na era da internet, as informações se disseminam rapidamente, e o visagismo é o assunto da vez. O visagismo é a arte da criação de uma imagem pessoal personalizada. A palavra é a tradução de visagisme, derivada de visage, cujo significado em francês é “rosto”. Basicamente, se trata da harmonização das suas características pessoais para realçar ainda mais a sua beleza interior e exterior.

Hoje, o conceito é bastante difundido pelo autor Claude Juillard, sendo ele o primeiro a criar uma metodologia baseada na análise do comportamento e nas características físicas de uma pessoa.

Porém, de acordo com o artista plástico anglo-brasileiro Philip Hallawell, principal nome do visagismo no Brasil, essa percepção sobre o que é visagismo se limita ao estado de uma pessoa, e não abrange o que ela é.

O visagismo não se restringe a uma análise estética. Ele também analisa o que é funcional para uma personalidade e tipo físico.

Muito além da estética, o visagismo analisa sua personalidade conjugada às suas características mais marcantes, principalmente no que condiz ao rosto, seu “cartão de visita!”.

Autor do livro “Visagismo: harmonia e estética”, Philip Hallawell se baseou nos arquétipos de personalidade definidos pelo psicanalista Carl Jung para definir temperamentos de beleza. São quatro tipos: a sanguínea, a colérica, a fleumática e a melancólica:

Sanguínea: se caracteriza pela energia e por ser extrovertida. Essas pessoas gostam de estar no centro das atenções e são inquietas, curiosas e amam novidades;

Colérica: marcada pela atitude. Poderosas e passionais, as pessoas com esse tipo de beleza se saem bem como líderes, especialmente por serem tão independentes e expressarem tanta força;

Fleumática: se caracteriza pela serenidade e espiritualidade. Acolhedoras e diplomáticas, essas pessoas tendem a não incomodar os demais. Ficam satisfeitos com pouco;

Melancólica: é elegante, sofisticada e sensível. Quietas e introvertidas, são prestativas e meigas, tendendo ao perfeccionismo.

Além de considerar a personalidade, o visagismo também faz um exame rigoroso sobre o tipo de rosto do indivíduo — por vezes, em um visagismo mais superficial, somente essa característica é levada em conta.

Assim como a identidade visual de uma organização, precisamos encontrar expressões estéticas que harmonizem com a nossa personalidade.

É fundamental saber o seu tipo de beleza para a escolha de um corte, cor ou estilo de cabelo. Um bom profissional visagista identificará a sua beleza e adaptará a cor e o corte do cabelo, a maquiagem e até o formato da sobrancelha para equilibrar o conjunto das suas características.

“Essa análise também é fundamental na hora de fazer o design das sobrancelhas. O profissional que utiliza essa técnica consegue valorizar os pontos fortes da personalidade e também do estilo da pessoa”, expica Maria Muniz, proprietária da Depyl Action do Shopping Campo Grande, onde o design de sobrancelha segue essa tendência.

Por isso, busque por um designer de sobrancelhas e sempre converse com o seu cabeleireiro ou maquiador no momento de fazer aquela mudança de visual.

 

 

Deixe sua resposta

Seu endereço de email não será publicado.