plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour
Pular para o conteúdo

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

21 de julho de 2024 - 15:36

O Assunto é Cinema traz estreias que marcaram o Festival de Veneza

Jean-Paul Belmondo e Anna Karina em “O Demônio das Onze Horas”.

O 75º Festival de Veneza começa amanhã (29) e com isso O Assunto é Cinema com Clayton Sales hoje (28) destaca filmes que estrearam durante o famoso festival.

O Festival Internacional de Cinema de Veneza (Mostra Internazionale d’Arte Cinematografica) é um evento internacional anual de cinema realizado na cidade de Veneza (Itália), desde 1932. É o mais antigo festival de cinema do mundo e junto com os festivais em Cannes e Berlim é um dos festivais mais prestigiados da Europa. A mostra competitiva acontece desde 1946 e premia o melhor filme escolhido pelo júri com o Leão de Ouro. O Leão de Prata é concedido aos melhores diretores. Grandes diretores já foram premiados desde o princípio da premiação. Tradicionalmente o festival também tem muitas estreias dentro e fora das mostras competitivas.

Lançado em 1965 no festival, “O Demônio das Onze Horas” ou “Pierrot, le fou” é um dos grandes marcos de Jean-Luc Godard na nouvelle vague. O filme conta a história de Ferdiand Griffon (Jean-Paul Belmondo) e Marianne Renoir (Anna Karina). Para escapar de uma sociedade e um casamento entediante, Ferdinand foge com Marianne que é perseguida por argelinos. Os dois iniciam uma onda de crimes que vai da França ao Mediterrâneo e termina com um banho de sangue. O filme ganhou uma indicação ao Leão de Ouro no festival de 1965 mas não levou o prêmio.

Penélope Cruz e Javier Bardem em “Escobar – A Traição”.

“Gravidade” (2013) de Alfonso Cuarón conta a história de dois astronautas: Ryan Stone (Sandra Bullock) e Matt Kowalsky (George Cloney) que trabalham juntos para sobreviver depois que um acidente os deixa completamente à deriva no espaço, sem ligação com a Terra e sem esperança de resgate. O longa de Cuarón abriu o festival em 2013 mas não participou da premiação.

Robert Rodriguez lançou em 2003 “Era uma vez no México” no festival. A trama envolve o barão das drogas Barillo (Willem Dafoe) que está planejando assassinar o presidente do México e tomar o poder. O corrupto agente da CIA Sands (Johnny Depp) recruta o músico El Mariachi (Antonio Banderas) para deter os planos do criminoso. Mariachi estava aposentado desde a morte de sua esposa e filha e não quer mais matar, mas ele pode não ter escolha. É o último filme da “Trilogia Mariachi”, que inclui “El Mariachi” e “A balada do pistoleiro”.

Dirigido por Fernando León de Aranoa, “Escobar – A Traição” estreia essa semana no festival. O longa retrata o caso da jornalista colombiana Virginia Vallejo (Penélope Cruz) com Pablo Escobar (Javier Bardem), o mais poderoso e temido traficante de drogas da época.

Sintonize – Apresentado por Clayton Sales, o programa O Assunto é Cinema traz a trilha sonora da sétima arte para as ondas do rádio, e vai ao ar às terças e sextas-feiras, a partir das 10h30, na Educativa 104.7 FM, podendo ser acompanhado também pelo Portal da Educativa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *