Nova exposição na galeria da Fertel é destaque Na Cadeira do DJ

Compartilhe:

Guido Drummond fala sobre o Ateliê 118, em entrevista em 2018 Na Cadeira do DJ. (foto: Pedro Amaral)

A entrevista de segunda (12/08) Na Cadeira do DJ com Celito e Gilson Espíndola na Educativa 104.7 FM é com os artistas visuais Guido Drummond e Alexandra Camillo. Eles vêm ao programa falar sobre a exposição Fé, Religiosidade e Regionalismo que começa dia 15 na galeria da Fertel (Fundação Luiz Chagas de Rádio e TV Educativa de Mato Grosso do Sul) com curadoria da produtora Ana Rita Moraes.

Na exposição, Guido Drummond convida para uma discussão sobre a Fé, Religiosidade e Regionalismo a ceramista Alexandra Camillo, a arquiteta cenógrafa Camila Zavallo e a designer e artesã Fabiana Bicca provocando áreas de expressão artística distintas para gerar uma sinergia na criação de oratórios que convidem, expressem, provoquem pensamentos e reflexões nas pessoas.

Da discussão e da temática surgiram as peças e instalações que estarão em exibição na exposição. Para a criação dos oratórios foram usados materiais e pelas inusitadas como um coturno do exercito, uma bomba de aplicar pesticidas, um arado, troncos em decomposição, um tripé de teodolito e outros tantos itens ignorados no cotidiano.

Sobre a obra central da exposição, Guido argumenta que a peça “Gratidão a terra mãe” é uma instalação artística criada sobre as quatro estações do ano e as fases do ciclo vegetativo do Ipê e, na definição do artista, “Onde cada estagio da planta faz ligação direta com as fases e ciclos que nós humanos também estamos sujeitos e que fazem parte do nosso processo evolutivo e de crescimento.”, comenta.

Ainda sobre a instalação, Guido acrescenta: “É um exposição sensorial, provocando reflexões sobre o não óbvio, porém, naturalmente lógico: glorificar a natureza aproximar-se de si mesmo através de ambientação misturando materiais nobre e descarte, provocando olhares para que fossem percebidos. Seriam esses descartes o que fazemos com nós mesmos quando ignoramos nossos sentimentos, quando não nos percebemos.”, conclui.

Trabalho em cerâmica de Alexandra Camillo. (foto: divulgação)

Guido Drummond já esteve Na Cadeira do DJ para falar sobre seu projeto em Campo Grande, o Ateliê 118. Guido começou na arte na década de 1980 em Campo Grande e, desde então, produziu e experimentou com o regionalismo chegando a levar seu trabalho para Portugal onde teve um período de aprendizado e experimentação com outros artistas. Sua obra vai desde a confecção de peças ao design de interiores, algo que todo visitante de seu ateliê percebe ao conhecer o espaço e a casa de Guido, totalmente montada e decorada por ele. O espaço fica na Orla Ferroviária, Avenida Mato Grosso, n.13 e ainda traz como atração o MAU, Museu de Arte Urbana. Para ver a programação é só acompanhar o instagram do ateliê.

Alexandra Camillo é ceramista, bacharel em Cerâmica pela Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS) no curso de Educação Artística, hoje conhecido como Artes Visuais. Alexandra desenvolve artesanalmente produtos diferenciados em cerâmica bem como pesquisa e ensina arte cerâmica. Para conhecer mais do trabalho dela com cerâmica, vale visitar o blog onde ela divide suas experiências e dialoga com o público sobre seu trabalho e sua arte.

Sintonize – Apresentado por Gilson e Celito Espíndola e com produção de Daniel Rockenbach, o programa Na Cadeira do DJ vai ao ar às segundas e quartas-feiras, das 10h30 às 12h, na Educativa 104.7 FM, podendo ser acompanhado também pelo Portal da Educativa (na aba Ouvir a Rádio) ou pela Live na fan page do programa no Facebook. O Cadeira do DJ também está no Instagram.


Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *