plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour
Pular para o conteúdo

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

19 de julho de 2024 - 02:38

MS participa de maior evento de observação de aves da América Latina

MS tem se destacado cada vez mais na observação de aves dentro e fora do País. (Foto: Divulgação FundturMS)

A Avistar Brasil, maior feira de Observação de Aves da América Latina, realizada em São Paulo a partir desta sexta-feira (19) até o domingo (21) terá a participação do Mato Grosso do Sul como um importante destino de observação de aves. Dessa forma, o Estado também alinha seu relacionamento com o mercado especializado, além de promover e divulgar o turismo estadual.

O diretor-presidente da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (FundturMS), Bruno Wendling, lembra que esse é um evento tradicional do calendário de participação de eventos até porque o Estado é um dos principais destinos de observação de aves do País. “Temos realizado um trabalho muito legal de diversificação dos destinos que ofertam essa atividade no Estado nos últimos anos. Também temos apoiado o planejamento estratégico de diversos destinos como Porto Murtinho, Rota Pantanal Bonito, Costa Leste, enfim, onde há potencial para a observação de aves”, explicou.

Presente no evento, Wendling deverá apresentar o painel sobre o mercado turístico no Estado e as ações da Fundação. “Vamos lançar na Avistar Brasil um roteiro especial da Rota Bioceânica, que foi elaborado pelo Instituto Mamede. Será uma alternativa dessa nova rota (Rota Bioceânica) e que ainda vai ser lançada nos próximos anos, mas que já tem o turismo como um dos principais segmentos econômicos”, enaltece.

A Avistar Brasil recebe anualmente expositores de todo o Brasil e de países estrangeiros e o público participante é composto por observadores de aves, fotógrafos, ornitólogos, guias de turismo e amantes da natureza. A ideia é promover debates, comercialização, apresentar destinos, pousadas, operadoras e outras formas de produção artística e cultural relacionadas às aves e natureza.

Mato Grosso do Sul possui ainda um diferencial para os observadores brasileiros que é a presença de duas espécies que, dentro do território nacional, só são observadas no Pantanal Sul-Mato-Grossense e na Serra da Bodoquena. Fora do território nacional, o Rapaizinho-do-chaco (Nystalus striatipectus) é avistado no Leste da Bolívia, Paraguai e norte da Argentina, e o Tiriba-fogo (Pyrrhura devillei) pode ser encontrado no chaco paraguaio.

Com informações da Assessoria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *