MS no Rádio: Feira Central de Campo Grande terá R$ 20 milhões para revitalização

Compartilhe:

Um dos principais atrativos turísticos de Mato Grosso do Sul, a Feira Central de Campo Grande, será revitalizada. A Feirona, como é conhecida, passou por vários desafios econômicos e de infraestrutura ao longo de seus 95 anos, muitos desses agravados pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Ontem parlamentares anunciaram a alocação de recursos da ordem de R$ 20 milhões por meio de emendas para as obras, incluindo verba a ser destinada pelo Governo do Estado, segundo  Sérgio Murilo, titular da Segov (Secretaria de Estado de Governo e Gestão Estratégica), que confirmou R$ 5 milhões.

Em fevereiro, a bancada federal sinalizou à Afecetur (Associação da Feira Central, Cultural e Turística de Campo Grande) a possibilidade de repasses do Governo Federal para a execução de um projeto que existe desde 2016 para remodelação, modernização e ampliação da feira.

Por ser um dos mais importantes e mais visitados pontos turísticos gastronômicos, culturais e históricos do estado, e berço do sobá, que é Patrimônio Cultural e Imaterial da capital, além de gerar centenas de empregos diretos e indiretos através dos quase 300 negócios que funcionam na feirona, a necessidade de investimentos no espaço ficou evidente aos parlamentares.

Confira reportagem de Daniela Nahas

 

ENTREVISTA: WALTER CARNEIRO JUNIOR – DIRETOR PRESIDENTE DA SANESUL

(FOTO: BIA SCHIAVO)

Com recursos próprios, por meio do Programa Avançar Cidades, a Sanesul está investindo em obras de ampliação do sistema de coleta e tratamento de esgoto doméstico no município de Inocência. A ordem de serviço foi autorizada e contempla mais de 24 km de rede na cidade. Walter Carneiro Junior, diretor presidente da Sanesul conta que o valor total da obra em Inocência é de R$ 7.049.807,58, e ainda destaca ações da empresa em Paranaíba e Nioaque. Na atual gestão do Governo do Estado, a Sanesul já investiu cerca de R$ 13,5 milhões no município de Inocência.

OUÇA

Hemosul faz apelo à população por doações de sangue tipo O-

A Rede Hemosul está precisando de doações de sangue de todas as tipagens, mas principalmente de O-. Nos estoques, esta tipagem sanguínea está com apenas 12%, considerada em situação de emergência. Segundo a coordenação da Rede, as doações de sangue caíram em média 40% desde o começo da pandemia, e por isso faz apelo à população para que continuem a fazer suas doações, em todos as unidades de coleta do Estado, inclusive estimulando e convidando novos doadores.

Para conseguir agendar a sua doação, individual ou em grupo, basta ligar para os números 3312-1516 ou 3312-1529 / (67) 99298-6316 whatsapp. Lembrando que a Rede Hemosul conta com todas as medidas de biossegurança, distanciamento entre as cadeiras de espera e doação, álcool gel em locais estratégicos, uso obrigatório de máscaras.

OUTROS DESTAQUES DO MS NO RÁDIO
TOMOU POSSE NESTA TERÇA-FEIRA, NA FUNDAÇÃO MUNICIPAL DO ESPORTE, CLAUDIO JORDÃO DE ALMEIDA SERRA FILHO, CONHECIDO POR CLAUDINHO SERRA.
EM ENTREVISTA AO VIVO ELE FALOU SOBRE OS PROJETOS DE ESPORTE A SEREM DESENVOLVIDOS PELA FUNDAÇÃO.

 

 

SINTONIZE

MS no Rádio, edição da tarde, vai ao ar das 17h30 às 19h na Educativa FM 104.7.

O radiojornal é produzido com a participação do público, que pode interagir através do telefone 3318 1047, WhatsApp (67) 99333 1047, e por meio das redes sociais da emissora no Facebook, Instagram e YouTube.

Com apresentação de Joel Silva e Eva Regina, o programa poderá ser ouvido também através do canal da 104 no portal da rede educativa (www.portaldaeducativa.ms.gov.br)

 

 

 


Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *