plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour
Pular para o conteúdo

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

24 de junho de 2024 - 03:19

Minuto do Trabalhador: em MS, apenas 36% dos donos de negócio contribuem para o INSS

Pesquisa do Sebrae-MS comentada no Bom Dia Campo Grande aponta para importância de o trabalhador se preocupar desde cedo com a aposentadoria e segurança
Pesquisa aponta que 64% dos donos de negócios no Estado não contribuem para a previdência. (Foto: Reprodução)
Pesquisa aponta que 64% dos donos de negócios no Estado não contribuem para a previdência. (Foto: Reprodução)

Pesquisa do Sebrae-MS (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Mato Grosso do Sul) aponta que, no Estado, apenas 36% dos donos de negócios contribuem para a previdência social. Isso quer dizer que 64% dos empresários não demonstram preocupação ou não têm condições de atentar para a aposentadoria. O alerta partiu de Vânia Bispo Torraca, analista técnica do Sebrae, durante o quadro Minuto do Trabalhador do Bom Dia Campo Grande desta quinta-feira (22).

“Muitos acabam não tendo dinheiro para pensar em investir no futuro, em investir em previdência. Hoje somos mais imediatistas e o dono do negócio, conforme vê a queda nas vendas e a crise, a redução do emprego e os efeitos na família, deixa de pagar o boleto da previdência justamente para ter alguma sobra”, disse Vânia à Educativa 104.7 FM.

A pesquisa do Sebrae considerou todo o tipo de negócio, desde aquele no qual o dono trabalha por conta própria e sem CNPJ àquele que aderiu ao sistema de MEI (microempreendedor individual) e os micro e pequenos empresários. Em geral, a analista aponta que a crise e as dúvidas criadas com a reforma da previdência –como as dúvidas qunto a obtenção do benefício– têm feito o empreendedor deixar de contribuir.

Apesar dessas situações, Vânia reforça a importância de se pensar no futuro e contribuir com o INSS. “Você acaba tendo um seguro para auxílio acidente, auxílio doença, auxílio maternidade e a própria aposentadoria, mais no longo prazo”, lembrou ela, citando que até o MEI, ainda que com uma contribuição menor que a dos profissionais autônomos, obtém o benefício.

No caso do microempreendedor individual, lembrou Vânia, a contribuição previdenciária está incluída no carnê mensal pago, de no máximo R$ 54. Porém, esta nem sempre é a melhor alternativa para quem sonha apenas com a aposentadoria.

“No Sebrae-MS alertamos que abrir o MEI não é a mesma coisa de fazer contribuição ao INSS. É importante para formalizar, abrir o CNPJ, mas se você quer somente contribuir com a Previdência é importante procurar uma agência do INSS e fazer sua contribuição como contribuinte individual autônomo”, explicou. A burocracia e o valor atrelado à aposentadoria como MEI estão entre os fatores que devem ser levados em consideração neste caso.

Vânia ainda disse que a pesquisa apontou que o maior número de pessoas preocupadas com a aposentadoria é de profissionais que já têm experiência ou mesmo estão perto de solicitar o benefício. Ela defende, porém, que o interesse deveria vir da parcela mais jovem da população. “Quanto mais cedo começa a se contribuir, mais cedo se terá direito a receber o valor com um benefício maior”, pontuou.

O Minuto do Trabalhador é um dos quadros do Bom Dia Campo Grade que traz informações sobre temas relevantes aos ouvintes –como Direito do Consumidor (às segundas-feiras), Direito Trabalhista e Previdenciário (terças), Saúde (quartas) e Mercado de Trabalho (quintas). Você pode encaminhar suas dúvidas e sugestões de assuntos por mensagem de texto ou de voz pelo WhatsApp (67) 99333-1047 ou pelo e-mail reporter104fm@gmail.com.

Sintonize – Com produção de Rose Rodrigues e Alisson Ishy e apresentação de Maristela Cantadori e Anderson Barão, o Bom Dia Campo Grande permite a você começar o seu dia sempre bem informado, por meio de um noticiário completo, blocos temáticos e entrevistas sobre assuntos variados. O programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 7h às 8h30, na Educativa 104.7 FM e pelo Portal da Educativa.  Os ouvintes podem participar enviando perguntas, sugestões e comentários pelo WhatsApp (67) 99333-1047 ou pelo e-mail reporter104fm@gmail.com.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *