Mesmo com eventos adiados, número de visitantes de Bonito em maio superou ano anterior

O mês de maio foi bastante conturbado no cenário nacional, devido a greve dos caminhoneiros, na última quinzena, que impactou diretamente em todos os setores da economia. Em Bonito a situação não foi diferente. Eventos nacionais, que previam a ida de milhares de pessoas ao município acabaram sendo adiados e um dos feriados mais simbólicos do Brasil, o de Corpus Christi, (neste ano comemorado em 31 de maio) também foi afetado pela falta de combustível nos postos. Ainda assim, a Capital do Ecoturismo registrou aumento no número de visitações, comparado ao mesmo período de 2017.

Conforme relatório Observatório do Turismo e Eventos de Bonito (OTEB), coordenado pelo Bonito Convention e Visitors Bureau, em maio do ano passado 11.653 turistas visitaram o município, enquanto em 2018, o número subiu para 13.159. No acumulado do ano, já são 84.501 visitantes.

Ainda segundo o relatório, a ocupação dos hoteis ficou em 36%, enquanto a da Gruta do Lago Azul, cartão postal da cidade, fechou em 52%. Confira o relatório completo clicando aqui.

Eventos adiados

O ENAPA (Encontro Nacional dos Grupos de Apoio à Adoção) e o Fórum Nacional da Justiça Protetiva (Fonajup), que estavam programados para acontecer entre os dias 30 de maio e 2 de junho em Bonito, interior de Mato Grosso do Sul, foram adiados devido a greve. Conforme os organizadores dos dois eventos, a paralisação dos caminhoneiros afetou substancialmente todo o transporte nacional, tornando inviável a realização de ambos.

Segundo a Associação Nacional dos Grupos de Apoio à Adoção (ANGAAD), a Associação Familiar de Apoio aos Grupos de Adoção de Sidrolândia (AFAGAS) e a 2ª Vara Cível e Criminal de Sidrolândia, responsáveis pelo Enapa, que aconteceria entre os dias 31 de maio e 2 de junho, não houve tempo suficiente para abastecer a cidade com produtos e alimentos necessários para receber um evento com mais de 1.000 congressistas.

Já a organização do Fonajup, que chegaria a quinta edição no dia 30 de maio, alegou que a ‘crise de abastecimento que assolou o país tornou absolutamente inviável a realização do V Encontro do Fonajup em território sul-mato-grossense ou qualquer outros estado da federação’. O evento é responsável por promover debates importantes sobre políticas e legislação voltadas aos cidadãos infanto-juvenis.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *