plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour
Pular para o conteúdo

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

21 de julho de 2024 - 21:02

Jornalista ganha festa surpresa e programa sobre suas histórias em comemoração aos 60 anos

O que faz de um jornalista um bom profissional? São as histórias que ele conta? A experiência que ele tem? Os anos de carreira em pautas desafiadoras e muitas vezes perigosas? Se for isso, o nosso querido amigo, repórter Bosco Martins, que hoje completa 60 anos, com certeza merece os parabéns. Não apenas pela data, que por si só já seria motivo de comemoração, mas principalmente pela contribuição que fez à sociedade desde que assumiu o jornalismo como sua grande paixão.

Hoje, como diretor-presidente da Fertel, Fundação que congrega as emissoras públicas do MS, Portal, Rádio e TVE, recebeu o carinho dos funcionários, amigos e colegas de profissão, com uma festa surpresa na sede da emissora.

Bem-humorado como sempre o jornalista brincou com sua nova idade e agradeceu o carinho de todos. “Na verdade nem desconfiei que o tempo passaria tão depressa e hoje estaria aqui.  É uma satisfação, jamais imaginei que chegaria aos 60 anos cercado de tanta gente boa como vocês ao meu lado.  Só chegamos até aqui porque vocês, os amigos e a minha família, sempre me apoiaram, muito obrigado. É muito bom ser reconhecido e ser lembrado pelos nossos colegas de trabalho do dia a dia. É sinal de que alguma coisa de bom estamos deixando”, disse.

Mas as homenagens não param por aí. Em breve o programa “Memórias da Imprensa”, produzido em parceria com a “Umas e Outras Produções”, do cineasta Cândido Alberto da Fonseca, vai ao ar com uma série de estórias, histórias e causos dos 45 anos de carreira do jornalista, agora sexagenário.

Sobre o programa, Bosco usou mais uma vez do seu bom humor para resumir. “Agora sou um jornalista do século passado, de priscas eras, um repórter de antanho e só posso mesmo é agradecer vocês e a Deus pela saúde que me tem dado e pelo que ainda quero e posso fazer, que é transferir experiência para a nova geração”, finalizou.

O “Memórias da Imprensa” destacará alguns dos principais momentos da carreira do jornalista na televisão, rádio e imprensa escrita.  A reportagem ouviu companheiros de trabalho de outras emissoras e empresas nas quais Martins atuou. Além da sua carreira ligada à reportagem de rua onde ganhou fama de “repórter conflito”, pelas matérias sobre as causas indígenas e dos brasiguaios nos anos 90 e de “repórter perguntador” pelas reportagens políticas, quando trabalhou na Globo/RJ com perguntas sempre pertinentes ao assunto.

O programa ainda não tem data de exibição e está sendo finalizado. O supervisor operacional da Fertel Cesar Sabino Roriz FERTEL que trabalha há anos com o jornalista e o supervisor de operações da TV Morena, Ronaldo Bala, que trabalhou com ele em reportagens como cinegrafista, relembra o seu jeito espontâneo de atuar. “Foram bons tempos de profissionalismo e convivência”, detalha Ronaldo.

“Ter o Bosco como colega é contar não só com a garantia de um trabalho bem feito, mas com a certeza de dias mais leves. Ele nos alegra com seu bom humor, impressiona por sua experiência sem igual e encanta com sua paixão pela profissão”, comentou Cesar Sabino Roriz, que já trabalhou com Martins, além da TVE, no SBT/Campo Grande e TV Morena, nos anos 2000.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *