Inmet alerta sobre onda de calor, baixa umidade e risco de vendavais no Estado

Compartilhe:

Avisos meteorológicos estão em vigor a partir desta segunda-feira; altas temperaturas e tempo seco se farão presentes em todos os municípios do Estado
No mapa, em laranja, regiões do Estado que podem ser atingidas por ventanias nesta segunda-feira; área laranja em todo o território marca regiões tomadas por calor e baixa umidade. (Imagem: Inmet/Reprodução)
No mapa, em laranja, regiões do Estado que podem ser atingidas por ventanias nesta segunda-feira; área laranja em todo o território marca regiões tomadas por calor e baixa umidade. (Imagem: Inmet/Reprodução)

O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) emitiu três alertas sobre condições climáticas adversas em Mato Grosso do Sul, sendo que dois deles valem para todo o Estado, que deve enfrentar baixos percentuais de umidade relativa do ar e altas temperaturas. Além desses avisos, um terceiro aponta que 46 municípios, incluindo Campo Grande, podem registrar fortes ventos durante esta segunda-feira (9).

A meteorologia aponta “perigo potencial” de vendavais até o fim do dia em municípios da faixa sul do Estado, com ventos entre 40 km e 60 km/h, havendo baixo risco de queda de galhos e árvores. Caso haja rajadas de vento, recomenda-se que não se busque abrigo sob as árvores ou próximo a torres de transmissão e placas de propaganda. Mais informações podem ser obtidas junto a Defesa Civil (telefone 199) e com o Corpo de Bombeiros (no 193).

Podem ocorrer ventos fortes em áreas dos municípios de Amambai, Anastácio, Angélica, Antônio João, Aral Moreira, Bela Vista, Bodoquena, Bonito, Caarapó, Campo Grande, Caracol, Coronel Sapucaia, Corumbá, Deodápolis, Dois Irmãos do Buriti, Douradina, Dourados, Eldorado, Fátima do Sul, Glória de Dourados, Guia Lopes da Laguna, Iguatemi, Itaporã, Itaquiraí, Ivinhema, Jaraguari, Jardim, Jateí, Juti, Laguna Carapã, Maracaju, Naviraí, Nioaque, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Novo Horizonte do Sul, Ponta Porã, Porto Murtinho, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, Rochedo, Sidrolândia, Tacuru, Taquarussu, Terenos e Vicentina.

Calor e baixa umidade

Além dos ventos fortes, Mato Grosso do Sul pode ser palco de uma onda de calor que, segundo o Inmet, pode elevar as temperaturas até 5 graus Celsius acima da média dos últimos dias. Na semana passada, o Estado chegou a registrar máximas de 40 ºC em algumas regiões –em Campo Grande, os termômetros marcaram 37 ºC.

A expectativa é de que, até quarta-feira (11), a máxima atinja os 42 ºC nas áreas mais quentes do Estado –o Centro-Norte (faixa de Jaraguari a Sonora), o Leste (Cassilândia a Taquarussu), Pantanal (Aquidauana, Corumbá e Porto Murtinho) e Campo Grande podem registrar as temperaturas mais elevadas.

Também está prevista a continuidade das condições de baixa umidade do ar pelo Estado até o fim desta segunda-feira. Espera-se que sejam registrados percentuais entre 20% e 12%, dentro do chamado estado de alerta. Nesta situação, recomenda-se o uso de soro fisiológico para manter os olhos hidratados, bem como aumento no consumo de líquidos –exceto diuréticos, como café e bebidas alcoólicas– e do uso de hidratantes. Orienta-se evitar atividades físicas nos horários de calor mais intenso.

Algumas áreas do Estado, sobretudo no norte (na divisa com Mato Grosso) chegaram a registrar nos últimos dias umidade abaixo de 12%, entrando no estado de emergência, quando a exposição ao sol durante os períodos mais quentes do dia pode ser prejudicial.


Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *