plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour

Incêndio no Parque dos Poderes foi criminoso; Polícia Civil investiga

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Cumprindo determinação do governador Reinaldo Azambuja, a prefeitura do Parque dos Poderes, onde se concentram a sede do Governo do Estado e de outros poderes e repartições federais, iniciou na manhã desta sexta-feira o levantamento da área destruída pelo incêndio que ocorreu na noite de ontem (19).

As primeiras informações, com base em testemunhas e imagens de câmera de uma residência no bairro Jardim Veraneio, confirmam a suspeita de o incêndio ter sido provocado por ação humana, configurando crime ambiental. Um homem aparece nas imagens colocando fogo ao lado da mata.

O incêndio teve início na Rua Rio Claro, próximo a Acadepol (Academia de Polícia Civil) e ao Condomínio Ecoparque, se alastrou para o outro lado da Avenida Desembargador Leão Neto do Carmo e atingiu o entorno dos prédios do Centro de Educação Infantil José Eduardo Martins Jallad (CEI Zedu),TV Educativa, Agraer e do Tribunal de Contas.

Recuperação

Segundo a prefeitura do Parque dos Poderes, a área queimada estimada é de cinco a oito hectares de mata virgem e não houve danos materiais. Também por determinação do governador Reinaldo Azambuja, será elaborado um projeto para recuperação vegetal desta área com replantio das espécies nativas.

“Vamos promover a restauração do que foi queimado, preservando uma área que integra todo o complexo ambiental do Parque dos Poderes, onde estamos investindo R$ 18,9 milhões na revitalização de um grande patrimônio histórico e ambiental de Mato Grosso do Sul”, disse o governador Reinaldo Azambuja.
Animais na pista

O CRAS (Centro de Recuperação de Animais Silvestres), que funciona ao lado da sede da Polícia Militar Ambiental e do Parque das Nações Indígenas, divulgou alerta, nesta sexta-feira, orientando os motoristas que trafegam na região para redobrar a atenção próximo a área queimada, onde animais circulam desorientados pela fumaça e stress.

Subcom

Fotos: Edemir Rodrigues e Saul Schramm

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *