plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

25 de abril de 2024 - 05:18

Governo vai entregar 4,5 mil moradias em 2016, diz secretária no Jornal do Rádio

Jornal do Rádio também falou sobre a greve dos bancários, que pode terminar amanhã

 

A inauguração de 800 casas em Dourados construídas em parceria pelo Governo Federal e Governo do Estado foi tema da entrevista de hoje do Jornal do Rádio. A secretária de habitação Maria do Carmo Avesani falou ao vivo com Anderson Barão e Lívia Machado, que destacaram ainda os principais fatos da manhã desta quarta (28).

A estrutura inaugurada ontem pelo governador Reinaldo Azambuja e o ministro das Cidades, Bruno Araújo, tem acesso aos principais serviços públicos. “Ter uma moradia é condição para exercer a cidadania. Só em Dourados, este mês, 1250 famílias foram beneficiadas, e agora podem se sentir ainda mais cidadãs”, disse a secretária.

Só o estado de Mato Grosso do Sul entregou este ano 3,8 mil moradias e, com empreendimento em fase de conclusão em, 4,5 mil famílias serão beneficiadas só em 2016.

Além dessas residências, o Governo do Estado, através da Secretaria de Habitação, tem projeto que proporciona moradia adequada às famílias sul-mato-grossenses. O Governo entra com a área do terreno, as fundações da futura casa e a instalação sanitária. “É o essencial em toda obra, e o que garante uma moradia bem construída. Notamos que muitas famílias tinham condições de construir uma casa mas, por terem renda informal, não tinham acesso aos programas da habitação”, explica Avesani.

Dessa forma, a família, após a conclusão da obra, recebe a área como doação e passa a ser proprietária da casa. “Há apoio do poder público em todos os momentos. As moradias são vistoriadas e somente são transferidas aos titulares após serem certificadas pelos técnicos”, disse a secretária.

Programa Morar Legal

O Governo do Estado tem se preocupado também com as famílias em situação irregular nas moradias obtidas através dos programas de habitação, por conta de débitos. “Alguns desses programas têm parcelas de 5% do salário mínimo, algo em torno de R$ 50. Na verdade, é uma contribuição pela contra-partida do estado”, falou Maria. Segundo ela, o que o governo pretende é garantir segurança do ponto de vista legal às famílias. “Após essa regularização, todos os documentos das moradias são transferidos”.

As famílias que desejam obter mais informações sobre o programa ou outros projetos da secretaria podem entrar em contato nas sedes da Agehab, nos pontos de serviço “Fácil” do Governo do Estado e no 0800-647-3120. No interior do estado, basta procurar as prefeituras dos municípios.

Greve dos bancários

Participando ao vivo com Anderson Barão e Lívia Machado, Neide Maria Rodrigues, diretora do sindicato dos bancários de Campo Grande e região, afirmou que nova rodada de negociações entre banqueiros e bancários acontecerá na tarde de hoje, às 15h. Com uma proposta nova, a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) oferecerá acordo com dois anos de validade.

“Nos pegou de surpresa uma proposta com essa validade. Se vier a ter ganho para a categoria, com ganho acima da inflação, ou seja, um ganho real, é natural que vamos avaliar e tentar aprovar”, explicou Neide.

A greve continua pelo menos até amanhã. Após a reunião entre os grupos na tarde de hoje, os bancários levarão a deliberação em plenário a proposta oferecida pelos bancos. “É possível que, com a resposta dos banqueiros ainda hoje, os bancários se decidam amanhã e, se aprovada a proposta, encerrem a paralisação”, diz a diretora.

 

Texto: Thiago Frison

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *