Governo do Estado celebra Dia Mundial do Meio Ambiente com ações educativas

Compartilhe:

Em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente que acontece no domingo (5 de junho), o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por intermédio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico (Semade) realiza o evento Mato Grosso do Sul em Sintonia com o Meio Ambiente. Diversas atividades estão previstas para os dois dias da ação que visa conscientizar e instruir a população sobre os temas ambientais urgentes, com ênfase na preservação e sustentabilidade.

Para Jaime Verruck, secretário da Semade e diretor-presidente do Imasul, a iniciativa visa despertar essa reflexão, tão importante para Mato Grosso do Sul. “O lema deste ano exemplifica bem o direcionamento no nosso trabalho: Preservar o Futuro é Plantar o Agora! Temos levantado diversas discussões e traçado estratégias sobre de que maneira é possível estimular o desenvolvimento econômico do estado alinhado à preservação do meio ambiente e estamos cumprindo uma agenda positiva em ambas as frentes. Vamos preservar o futuro com ações efetivas no momento atual”, ressaltou.

Programação – No domingo (5) a partir das 15 horas, o Parque das Nações Indígenas recebe o plantio de mudas na Área de Preservação Permanente (APP) do Córrego Sóter. A Associação Juliano Varela e o Projeto Florestinha participam da ação educativa. Já da segunda-feira (6) a partir das 8 horas, acontece a abertura oficial, lançamentos e assinaturas no Auditório do Imasul.

Renato Roscoe, superintendente de Ciência e Tecnologia da Secretaria de Estado de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação – Sectei/MS – apresenta, às 9 horas, o Programa Estado Carbono Neutro, voltado à orientação de políticas públicas referentes ao baixo carbono. A formatação do projeto colocou Mato Grosso do Sul como a primeira unidade da federação a formalizar a criação de um programa para a mitigação e neutralização da emissão de gases de efeito estufa. Recentemente, Roscoe representou o governador Reinaldo Azambuja nos Estados Unidos, onde apresentou as políticas de Mudanças Climáticas e de Recuperação de Pastagens Degradadas de MS.

Às 9h30, Eugênio Spengler, presidente da Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Meio Ambiente (ABEMA) e secretário de Meio Ambiente do Estado da Bahia, realiza a palestra Gestão Ambiental no Brasil. Já a partir das 10h30, Mario Henrique Rodrigues Mendes, analista ambiental da Coordenadoria de Mudança do Clima e Sustentabilidade da Secretaria de Mudanças Climáticas e Qualidade Ambiental do Ministério do Meio Ambiente (MMA) aborda a participação do Brasil na 21ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP-21). O país é o único dos demais em desenvolvimento a se comprometer com a redução absoluta de emissões de gases de efeito estufa para conter o aquecimento global.

convite

Painel – Jaime Verruck, secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico e diretor-presidente do Instituto do Meio Ambiente de MS, será o mediador da discussão sobre Uso Público em Unidades de Conservação, a partir das 14 horas. Três palestras farão parte deste painel: Sueli Ota, coordenadora de Biodiversidade e Florestas da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado do Paraná discorre sobre o Projeto Parques do Paraná. Em seguida, Larissa Diehl, analista ambiental da Divisão de Serviços de Apoio à Visitação/ICMBio, trata sobre a gestão do uso público em unidades de conservação – visão do órgão gestor. Por último, Rafael Ferraz, diretor executivo da Parquetur (gestora e operadora de parques e unidades de conservação da natureza) expõe a visão do empreendedor. Participe!

folder 300x2002


Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *