Feminismo em debate Na Cadeira do DJ de segunda

Compartilhe:

Movimento Mulheres pela Democracia é uma das pautas da conversa de segunda (11/03).

Nesta segunda-feira (11/03) a conversa Na Cadeira do DJ com Celito e Gilson Espíndola na Educativa 104.7 FM traz o debate sobre as questões feministas e os movimentos no Mato Grosso do Sul. Para o debate participam do programa as ativistas Márcia Albuquerque, Júlia Mendes, Venise Melo e Janete Maroli.

Márcia Albuquerque é artista visual, atriz, psicóloga, feminista e ativista cultural. Ela faz parte da organização do movimento Mulheres pela Democracia MS, do coletivo de artistas visuais As Descendentes de Lídia e do bloco de carnaval As Deusas do Cerrado. Parte do seu trabalho como artista é dedicado às questões referentes ao feminicídio e violência contra a mulher. Na sua prática de psicóloga atende as demandas de abuso sexual, violência física, psicológica e moral. Sua obra “Ni una más” está exposta na galeria da FERTEL no prédio da TV Educativa.

Júlia Mendes é musicista, professora de música e mestra em etnomusicologia. Júlia atuou em grupos musicais em Campo Grande como o Forró PVC e integra e é uma das fundadoras do bloco de carnaval Deusas do Cerrado além de ter sido um dos vocais do Cordão Valu em 2019.

Venise Melo é professora adjunta do curso de graduação em Artes Visuais da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Doutora em Tecnologia e Sociedade pela UTFPR, Mestre em Estudos de Linguagens pela UFMS onde também obteve o título de Especialista em Imagem e Som. Venise é uma das organizadoras do movimento Mulheres pela Democracia MS além de também fazer parte do coletivo As Descendentes de Lídia. Venise organizou a mostra Mostra de Arte Digital – Arte Digital Urbana, que reúne trabalhos dos acadêmicos do curso de artes visuais da UFMS em exposição na galeria da FERTEL.

Janete Maroli é publicitária, pedagoga e ativista. Ela faz parte da organização do movimento Mulheres pela Democracia MS e do bloco carnavalesco Deusas do Cerrado.

Campo Grande conta com vários movimentos como o Mulheres pela Democracia. Além do coletivo de artistas As Descendentes de Lídia e o bloco carnavalesco As Deusas do Cerrado, a cidade também conta com o coletivo feminista Lídia Baís e o grupo de leitura Leia Mulheres que também tem grupo em Dourados e Corumbá. O debate se fortalece com cada vez mais grupos de mulheres dando voz às questões que não querem mais calar na nossa sociedade.

Sintonize – Apresentado por Gilson e Celito Espíndola, o programa Na Cadeira do DJ vai ao ar às segundas e quartas-feiras, das 10h às 11h30, na Educativa 104.7 FM, podendo ser acompanhado também pelo Portal da Educativa (na aba Ouvir a Rádio) ou pela Live na fan page do programa no Facebook. O Cadeira do DJ também está no Instagram.


Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *