Rádio e TV Educativa de MS

Ex-governador, Wilson Barbosa Martins morre aos 100 anos

0

Ex-governador faleceu em casa hoje (13/02) por volta das 6h. Foto: Victor Chileno

Dr. Wilson foi veterano de Ulysses na universidade.

Nascido no dia 21 de junho de 1917, em Vacaria, que hoje é região de Rio Brilhante, Dr. Wilson, como ficou conhecido, se formou em direito, em SP aos 22 anos. Durante sua formação foi veterano de Ulysses Guimarães, que de se tornou amigo e juntos participaram da elaboração e promulgação da Constituinte de 1988.

Neste período também foi presidente da OAB/MS, lutando pelos direitos de presos políticos. Até se tornar governador de Mato Grosso do Sul, Wilson Barbosa Martins galgou vários degraus da política e atuou como importante figura neste cenário do então Estado de Mato Grosso.

1945 – Secretário Geral da Prefeitura de Campo Grande
1945 – Fundador da UDN – União Democrática Nacional
1954 – Eleito suplente do Senador João Vilasboas
1958 – Eleito Prefeito de Campo Grande
1966 – Eleito Deputado Federal

Foto: Roberto Higa

Durante o mandado de Deputado Federal participou da CPI do território do Acre, CPI da indústria da Borracha e do Sistema Bancário. Houve um hiato em sua carreira na ditadura militar quando teve o mandato cassado e direitos políticos suspensos por dez anos pelo Ato Institucional nº 5.

Em 1979, entrou para as fileiras do PMDB,  e em 1982 se tornou o primeiro  govenador eleito pelo voto direto de Mato Grosso do Sul, criado a apenas três anos. Em 1986 foi escolhido a ocupar a primeira vaga ao senado das duas abertas, onde ocupou seu lugar no Governo, o também advogado Ramez Tebet.

No cargo federal, participou a favor de temas importantes como do mandado de segurança coletivo, proteção ao emprego contra a demissão sem justa causa, turno ininterrupto de seis horas, aviso prévio proporcional, unicidade sindical, soberania popular e nacionalização do subsolo. Além disso também teve a importante tarefa de aprovar o impeachment contra o ex-presidente da república, Fernando Collor de Mela.

Foi eleito pela segunda vez governador de Mato Grosso do Sul em 1994, onde encontrou um estado devastado por dívidas e servidores sem receberem seus salários. Mostrou grande habilidade administrativa, renegociou as dívidas, privatizou a Enersul, pavimentou mais de 2,5 mil quilômetros de rodovias e retomou o crescimento do Estado.

FORA DA POLÍTICA

Nelly Martins foi sua companheira por 60 anos.

Já fora da política, em 2010 ele lançou um livro intitulado “Memória – Janela da História”, que lhe concedeu o direito de ocupar a cadeira nº 38 da ASL (Academia Sul-Mato-Grossense de Letras), que foi anteriormente de sua falecida esposa.

Com saúde frágil por conta da idade, Wilson fez poucas aparições públicas, mesmo após um AVC (acidente vascular cerebral) em 2013 e m mal súbito em 2014 ele se manteve lúcido até o fim.

Wilson Barbosa Martins deixou um longo legado político, foi casado com a já falecida (2003) artista plástica Nelly Martins por 60 anos e com ela teve três filhos, Thaís, Celina e Nelson.

Compartilhe:

Deixe sua resposta

Seu endereço de email não será publicado.