plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour

Estado já recebeu 2.094.020 vacinas para enfrentamento da Covid-19

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Mato Grosso do Sul já recebeu do Ministério da Saúde 2.094.020 de doses de vacinas que foram repassadas para os 79 municípios utilizarem como aplicação da primeira, segunda ou dose única contra o Coronavírus. A Campanha de Imunização Contra a Covid-19 iniciou no dia 18 de janeiro e recebeu até o momento 29 remessas, sendo 1.930.708 doses de vacinas aplicadas de quatro laboratórios diferentes: AstraZeneca, Coronavac, Pfizer e Janssen.

Para o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, a marca representa um fato histórico para Mato Grosso do Sul. “Isto mostra que somos eficientes na logística de distribuição e aplicação de doses. Mostra o quão queremos atingir a nossa meta de vacinar a nossa população o mais rápido possível. Para nós, estarmos à frente, é um evento histórico. Acredito que até agora seremos o primeiro Estado a sair desta pandemia”.

Geraldo Resende ainda lembra que as ações positivas são resultados de parcerias importantes, principalmente com os municípios. “Durante a pandemia, nós tivemos a colaboração de todos os secretários (as) municipais e prefeitos (as) dos 79 municípios. Pedimos a cada um deles, que avançasse na vacinação tanto nos finais de semana quanto nos feriados. Assim, estamos colhendo os frutos positivos, mas não podemos baixar a guarda e precisamos avançar ainda mais neste enfrentamento à Covid-19”.

Secretário espera que até agosto de 2021, o Estado consiga atingir o percentual de 70% a 80% dos sul-mato-grossenses vacinados contra a Covid-19. “Este é o nosso desejo, mas precisamos lembrar que as vacinas são encaminhadas pelo Ministério da Saúde para que os estados e municípios possam avançar nos seus esquemas vacinais. Assim, dependemos da disponibilidade de doses enviadas por eles”.

Histórico 

O ato simbólico da Campanha de Imunização Contra a Covid-19 ocorreu no dia no dia 18 de janeiro, quando quatro sul-mato-grossenses pertencentes à primeira fase determinada pelo PNI (Plano Nacional de Imunização), abriram a campanha. Na ocasião, o evento aconteceu na sede do Hospital Regional de MS, unidade hospitalar de referência no tratamento da doença. Representando os grupos prioritários foram vacinados: dois profissionais da saúde, uma indígena e uma idosa que mora em instituição de longa permanência e que receberam a primeira dose da vacina.

A primeira a ser vacinada foi a indígena Domingas da Silva, de 91 anos, da aldeia Tereré, em Sidrolândia, que na época rompeu o isolamento de meses apenas para ser vacinada. Pelo grupo dos idosos, a dona Maria Bezerra de Carvalho, de 83 anos, residente no Asilo São João Bosco foi a segunda a ser vacinada.

Já pelos profissionais de saúde de linha frente foram vacinados o médico Márcio Estevão Midom, de 43 anos, trabalha no Hospital Regional de Mato Grosso do Sul, unidade de referência no tratamento da pandemia, desde 2010. E por fim, a auxiliar de enfermagem Sandra Maria de Lima, de 50 anos. A vacinação para o público prioritário começou no dia 19 de janeiro de 2021.

Rodson Lima, SES

Foto: Saul Schramm

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.