plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour

Em seminário com governadores, Reinaldo Azambuja fala da alfabetização nas séries iniciais

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Com o tema “Compromisso Todos Pela Alfabetização das Crianças”, o governador Reinaldo Azambuja participou do Seminário do PARC (Parceria pela Alfabetização em Regime de Colaboração), organizado pela Associação Bem Comum, onde falou do desempenho da educação pública em Mato Grosso do Sul e da implementação do Programa MS Alfabetiza.

O seminário, que aconteceu na quarta-feira (6), reuniu oito, dos onze governadores que integram o PARC. Na oportunidade, Reinaldo Azambuja alertou que o momento é de discutir e implementar programas que melhorem a alfabetização. “A pandemia trouxe um prejuízo imensurável na educação pública no Brasil todo, tanto no fundamental quanto no ensino médio. Estamos com uma grande gama de alunos que não querem mais voltar para as escolas, imagina o prejuízo que isso não causa para a educação no país”, disse.

Para Reinaldo, “a criança bem alfabetizada, o professor bem formado e o material pedagógico bem educativo vai melhorar o aprendizado e proporcionar um desenvolvimento educacional”. “Não adianta querer fazer o meio, sem fazer a ponta e a ponta realmente é a alfabetização. Estamos engajados e vamos trabalhar nisso. Esse aluno, bem alfabetizado até o segundo ano do fundamental, vai ser um aluno com grande desempenho no ensino médio e nos níveis superiores”, disse sobre o impacto do MS Alfabetiza na vida do estudante.

Já sancionado pelo governador, o programa prevê um regime de colaboração entre Estado e Municípios aproximando as redes públicas de ensino e desenvolvendo políticas educacionais que valorizem os estudantes das escolas públicas. Além disso, as 30 escolas com melhor desempenho na alfabetização receberão contribuição financeira para ações em prol da aprendizagem dos alunos através do “Prêmio Escola Destaque”. As unidades escolares que tiverem os piores índices também receberão auxílio financeiro e também apoio das escolas premiadas.

Secretária de Educação, Maria Cecilia Amendola

A secretária de Estado de Educação, Maria Cecilia Amendola da Motta, destaca a importância da participação do Estado na alfabetização das crianças. “Onze governos já assumiram esse pacto de cuidar dos municípios na questão da educação infantil e fundamental 1, que é responsabilidade do município, mas o Estado pode propor uma política colaborativa para a alfabetização, com a formação, bolsas, prêmios, avaliação. Então, essa é uma responsabilização do Estado na colaboração com o município”, disse.

As discussões para a elaboração do “MS Alfabetiza” tiveram início há dois anos, conforme a secretária. “É um programa que o Mato Grosso do Sul tem estudado há dois anos e agora começa a implementação a partir de novembro já com o lançamento e iniciando a avaliação de diagnóstico dos alunos que o ano que vem, realmente, vamos começar esse programa de resgate da alfabetização”, concluiu.

O PARC

O PARC é uma iniciativa da Associação Bem Comum, em parceria com a Fundação Lemann e Instituto Natura que tem o objetivo de concentrar esforços para a alfabetização de crianças no ensino público. O programa conta com a participação de onze Estados.

Participaram do Seminário do PARC, além de Reinaldo Azambuja, os governadores Waldez Goes (AP), Renato Casagrande (ES), Ronaldo Caiado (GO), Flávio Dino (MA), Paulo Câmara (PE), Wellington Dias (PI) e Camilo Santana (CE), além do diretor-presidente do Instituto Natura Dadid Saad, da diretora de Programas Educacionais da Fundação Lemann, Daniela Caldeirinha e do diretor-executivo da Associação Bem Comum, Veveu Arruda.

Joilson Francelino, Subcom
Fotos: Chico Ribeiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *