plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour
Pular para o conteúdo

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

16 de julho de 2024 - 09:14

Em “Dia D Imigrantes e Refugiados” Funtrab acolhe e oferta vagas de emprego para estrangeiros

Mato Grosso do Sul recebe imigrantes de várias partes do mundo, muitos deles em situação de vulnerabilidade. Para dar assistência a este público, a Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul (Funtrab) realiza nesta sexta-feira (17) das 8 às 11h e das 13 às 17h, o “Dia D Imigrantes e Refugiados”.

O objetivo do evento é intermediar o máximo de vagas de empregos para proporcionar aos imigrantes e refugiados a colocação no mercado de trabalho. No “Dia D”, os empresários terão exclusividade para seleção e um local disponível para realização de entrevistas. Nesse dia, a Funtrab disponibilizará os servidores da Intermediação de Mão de Obra (IMO), que farão uma força-tarefa junto aos empresários.

O diretor-presidente da Funtrab Marcos Derzi reforça a importância do acolhimento de todos os trabalhadores em Mato Grosso do Sul. “Como agência pública é nosso dever atender todos os trabalhadores do Estado, em especial o acolhimento para refugiados e imigrantes em situação de vulnerabilidade”, reforça Derzi.

Um dos fatores que contribuem para a vinda de estrangeiros a Mato Grosso do Sul é a posição geográfica com duas fronteiras secas. Segundo o Comitê Estadual para Refugiados, Migrantes e Apátridas (Cerma/MS) há registros de haitianos, indianos, colombianos, guineenses, palestinos, paraguaios, ugandenses, senegaleses, espanhóis, uruguaios, alemães, peruanos, argentinos, bolivianos, cubanos, africanos, sírios, palestinos, venezuelanos, portugueses, chilenos e panamenhos.

A Funtrab conta com serviço de intermediação de mão de obra para refugiados e imigrantes. Em 2021 foram encaminhados 1.583 trabalhadores ao mercado de trabalho, sendo 1.141 da Venezuela, 183 do Haiti e 167 do Paraguai, entre outros.

O “Dia D” ocorre por meio de parcerias entre a Funtrab e o Tribunal Regional do Trabalho (TRT), Ministério Público do Trabalho (MPT), Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), Receita Federal, Ministério do Trabalho e Previdência Social, Ordem dos Advogados do Brasil/ MS (OAB/MS), Comitê Estadual para Refugiados Migrantes e Apátridas no Estado de Mato Grosso do Sul (CERMA/MS).

Assessoria de Comunicação Funtrab
Foto: Saul Schramm (arquivo)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *