plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour

Do abandono ao emprego, Safra e Safrinha mudam a rotina de empresa em MS

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Cachorrinhas encontraram lar e se tornaram funcionárias da Fundação MS, onde atuam como disseminadoras de alegria. Nas últimas três semanas, duas cachorrinhas cativantes transformaram a rotina de uma entidade de Maracaju – município sul-mato-grossense distante 160 km da capital, Campo Grande.Tudo começou quando mãe e filha, um filhote de pouco mais de um mês, foram abandonadas em uma estrada na zona rural da cidade, próxima à Fundação MS e em pouco tempo, se tornaram não apenas mascotes, mas colaboradoras da empresa. “É muito comum o abandono de animais nessa região e sempre que isso ocorre, nossa equipe busca ajudar, seja adotando ou encaminhando para a adoção. Mas desta vez, foi diferente. Elas chegaram juntas, não se separam nunca e se mostraram muito à vontade pela empresa. Mãe e filha tem uma incrível capacidade de interagir, elas começaram a passear por todas as salas em uma área muito grande e assim, cativaram a todos. Os funcionários pediram para adotar e decidimos então que seria algo responsável”, explica o diretor Executivo da Fundação MS, Alex Marcel Melotto.

Além de um lar, as pequenas ganharam tratamento veterinário, alimentação e os cuidados são revezados entre os funcionários. Além disso, ganharam nomes e empregos, com direito a crachás de identificação, como todos os membros da Fundação MS. Safra e Safrinha são funcionárias voluntárias da empresa e tem a função de espalhar amor e alegria entre os colegas, que adoraram a novidade.

“A equipe foi muito criativa ao escolher os nomes, que combinam exatamente com nosso trabalho. A Safra é a mãe, por ser maior e a Safrinha a filhotinha. Elas brincam o dia todo, interagem e todos adoram essa oportunidade de contar com pets no ambiente de trabalho”, destaca o diretor que ainda garante que ambas serão castradas, evitando assim, mais filhotes e animais abandonados.

De acordo com Melotto, a adoção ocorreu naturalmente, por desejo de toda a equipe, mas a surpresa foi a repercussão do fato. Ao publicar algumas fotos das pets em, o diretor recebeu muitas mensagens de apoio, o que o surpreendeu. “Como elas conquistaram todos, pensamos na melhor maneira de ficar com elas por perto, mas jamais imaginávamos tantas demonstrações de apoio e carinho. Na verdade, nós ganhamos com a presença delas. Sequer tínhamos o objetivo de expor o caso, mas creio que elas vieram com mais essa missão, de ensinar sobre o abandono e sobre o quanto os animais merecem receber cuidado e carinho”, finaliza.

Quando surgiu com a filhote Safrinha, Safra aparentava ainda ter mais filhotes, mas apesar das buscas, a equipe da Fundação MS não os encontrou. Com o instinto de cuidado de uma mãe, ela conduziu a filhote até um local seguro e ganhou o lar e cuidado que todos os animais merecem. A Fundação MS está sediada em Maracaju (MS), onde atua na pesquisa e Difusão de Tecnologias Agropecuárias, com o objetivo de gerar e adaptar tecnologias para apoiar o expressivo crescimento na área cultivada em Mato Grosso do Sul.

Posse responsável – Vale destacar que, em 29 de setembro de 2020, o Governo Federal sancionou a Lei n° 1.095/2019, que aumenta a punição em caso de maus-tratos aos animais, o que inclui o abandono.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.