Definidas atrações regionais e expositores da Economia Criativa para o Festin 2019

Compartilhe:

 Foi publicado no Diário Oficial do Estado desta terça-feira, 11 de junho de 2019, os artistas, grupos e coletivos nas áreas de artes cênicas, dança, música e audiovisual selecionados para apresentação de shows, espetáculos e exibição de filmes no XX Festival de Inverno de Bonito; assim como os expositores selecionados para participar do Pavilhão MS – Mostra – MS – Espaço Economia Criativa/FCMS . O Festin 2019 acontece de 25 a 28 de julho e já tem confirmado, como atrações nacionais, a dupla Chrystian e Ralf, Lenine e Gal Costa.

O edital de Expositores da Economia Criativa recebeu 57 inscrições, sendo 23 do setor Artesanato, seis do setor Design, seis do setor Gastronomia, 21 do setor Moda e um do setor Saberes e Fazeres tradicionais. Serão disponibilizadas doze vagas para expositores individuais ou coletivos, para ocupar um espaço coletivo de 144m².

Foram classificadas as seguintes propostas por setor criativo, para preenchimento das 12 vagas previstas: No setor do Artesanato, Josefa Marques Mazarão e Ergilino Lopes Bambil; no setor de Design, Célia Fernanda Pietramale Ebling e Fabio Roberto Vitor; no setor de Gastronomia, Felipe Domingos Monteiro e Marlucia Pereira Alves Morelli; no setor de Moda, Fabianne Rezek Silva, Emilinha Cordeiro Leal, Rafael Segóvia Amancio de Souza, Paula Regina Bueno Netto Nascimento e Camila Zavalo da Silva; no setor de Saberes e fazeres tradicionais, Virginia Ly Lito Pinto.

Em relação as atrações artísticas regionais, foram 42 inscrições na área de música. Os selecionados são: Guilherme Rondon e Urbem, Murilo Martinez e Fernanda Ebling. Foram recebidas quatro propostas de circo e nove propostas de teatro. Foram selecionados na área de circo: O grandioso MiniCirquim do Circo do Mato – Grupo de Artes Cênicas e Bebê a bordo do Grupo Flor e Espinho Teatro. Na área do teatro foram selecionados: Coragem que conserva os dentes do Coletivo Clandestino e Guardiões do Teatral Grupo de Risco.

Na área de dança foram nove inscritos, tendo sido selecionadas as seguintes propostas: “Deriva”, dos artistas Ralfer Campagna e Jackeline Mourão e “Tempos Idos”, da Cia do Mato. Foram em sua totalidade 16 inscrições para audiovisual, Sendo seis obras audiovisuais de curta metragem, seis de média metragem e quatro de longa metragem. Os selecionados são: curta metragem: “Irmãos de Alma”, “Rema Tour – Bonito MS 2018” e “Boas Vindas”; média metragem: “Fujona – Em busca da liberdade”, “À Procura de Marçal” e “As Invenções de Akins”.

Com informações de FCMS


Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *