De olho na valorização dos profissionais da educação, SED investiu na formação continuada em 2019

Compartilhe:

Durante o ano, Secretaria foi responsável por iniciativas voltadas para trabalho de competências e orientações para professores e gestores escolares.

O ano de 2019 foi marcado por diversas iniciativas em toda a Rede Estadual de Ensino (REE) e uma das prioridades foi a promoção de atividades voltadas para a valorização dos profissionais da Educação por meio da formação continuada, ofertada pela Secretaria de Estado de Educação (SED). Foram encontros, palestras e seminários, que levaram orientações e trocas de experiências para todo o MS.

Iniciada ainda no mês de março, a formação direcionada para o trabalho com as competências socioemocionais foi um dos destaques. Realizado em etapas pela equipe da pasta, com o Instituto Ayrton Senna e outros parceiros, o processo foi gradativo e envolveu mais de 300 professores e gestores escolares. Enquanto os formadores trabalharam com os cursistas, outros multiplicadores foram responsáveis por levar a proposta para as escolas, a fim de impactar os estudantes da Rede.

O trabalho, realizado em regime de colaboração com os municípios do Estado, resultou no principal evento organizado pela Secretaria em 2019. O seminário Internacional: Competências Socioemocionais e Educação Integral reuniu mais de mil profissionais no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camillo e contou com a presença de palestrantes da Alemanha, Bélgica e também do Brasil, com palestras e apresentações culturais.

“A valorização dos nossos profissionais passa diretamente pela formação continuada e o nosso trabalho é promover e oportunizar momentos como esses, de troca e crescimento para que tenhamos uma educação integral e de qualidade para todos os estudantes, não apenas da nossa Rede Estadual, mas para toda a Rede Pública de Ensino”, destacou a secretária Cecilia Motta.

De olho nos estudantes

A SED também investiu forte na capacitação dos professores

O foco das ações de formação dos professores também foi direcionado para a detecção e gerenciamento de situações de vulnerabilidade no ambiente escolar, com orientações sobre o comportamento autolesivo e casos de depressão dos estudantes. Para isso, a SED promoveu encontros periódicos e acompanhamentos com profissionais da Capital e também do Interior.

Palco dessas conversas e ponto chave do trabalho em 2019, o Centro e Formação e Pesquisa Professora Dra. Mariluce Bittar, no Bairro Tiradantes, foi amplamente utilizado pela equipe da pasta para aproximar professores, coordenadores pedagógicos e diretores escolares durante esse processo.

Fonte: Vinícius Espíndola – Secretaria de Estado de Educação (SED)


Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *