plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour
Pular para o conteúdo

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

19 de maio de 2024 - 09:35

‘Crianceiras 2’ é finalista do Prêmio da Música Brasileira 2016

“Crianceiras” concorre novamente ao “Prêmio da Música Brasileira”. O segundo disco do projeto foi lançado em 2015 e traz poesias do gaúcho Mário Quintana musicadas pelo compositor Márcio De Camillo. O “Crianceiras 2” concorre na categoria infantil ao lado dos grupos Palavra Cantada e Banda Estralo. O show “Crianceiras” já circula o Brasil há mais de 2 anos e foi visto por mais de 180 mil espectadores. O disco com as músicas baseadas na obra de Manoel de Barros também concorreu ao Prêmio da Música Brasileira e foi adotado por diversas escolas do país.

A 27ª edição do Prêmio da Música Brasileira fará uma homenagem à obra de Gonzaguinha, com cerimônia conduzida pelos atores Júlio de Andrade e Dira Paes, no dia 22 de junho, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Após uma seleção de 926 CDs e 103 DVDs inscritos, o corpo de jurados chegou a uma lista de 83 artistas/grupos indicados, distribuídos dentro de 16 categorias.

Capa do CD "Crianceiras - Mário Quintana"
Capa do CD “Crianceiras – Mário Quintana”

O CD “Crianceiras – Mario Quintana” dá continuidade ao êxito do primeiro CD da série, “Crianceiras – Manoel de Barros”, lançado em 2011 e depois transformado em um espetáculo teatral que prossegue em circulação pelo país desde 2012, com ótima recepção de público e crítica, já tendo percorrido o interior de Mato Grosso do Sul e várias capitais brasileiras.

Admirador do poeta desde a adolescência, Márcio usou como ponto de partida o livro de Quintana intitulado “Canções”. Ele foi a Porto Alegre e ao interior do Rio Grande do Sul para uma pesquisa de campo. Voltou de lá com o sinal verde da sobrinha-neta e detentora dos direitos autorais do poeta, Elena Quintana, e também com pilhas de livros do cidadão mais ilustre de Alegrete. O resultado desse encontro artístico é um CD com doze poemas musicados a partir de alguns versos menos conhecidos de Quintana, famoso por seus verbetes e aforismos que se tornaram populares.

Para o projeto gráfico, após quase um ano de busca, Márcio chegou ao artista Carlo Giovani, coincidentemente um gaúcho como o poeta. Giovani assina as ilustrações e criou um encarte no formato “pop up”, com imagens tridimensionais que parecem saltar do papel quando se abre o CD.

(Rodrigo Teixeira)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *