plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour
Pular para o conteúdo

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

20 de maio de 2024 - 04:59

Contratos de gestão norteiam entregas a população sul-mato-grossense

Hospitais, escolas, unidades habitacionais, pontes, viaturas ou mesmo projetos de assistência social. Da maior a menor entrega realizada pelo Governo do Estado à população de Mato Grosso do Sul, todas nascem antes no Escritório Geral de Projetos (EGP) e posteriormente se tornam projetos estratégicos que viabilizam as políticas públicas do Governo do Estado.

O Contrato de Gestão, como é chamado esse compromisso firmado anualmente entre o governador Reinaldo Azambuja e os Secretários de Estado, estabelece indicadores e metas que precisam ser atingidas, assim como projetos e processos que devem ser executados pelos órgãos e entidades ao longo dos meses de cada ano. Cada secretaria conta com um setor responsável por fazer o monitoramento e acompanhamento dos contratos de gestão.

Durante reunião executiva que acontece entre governador e secretariado essas metas pactuadas são debatidas e quando há necessidade de prorrogar algum prazo ou mesmo inserir novas metas são assinados aditivos com as unidades gestoras.

Em reunião recente, a Secretaria de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast) foi uma das que repactuaram compromissos para inserção de novas metas. “Muito importante a assinatura deste termo aditivo, pois nos dá a oportunidade de rever as nossas metas e também nossas ações. É importante esse procedimento, pois quando começamos o processo, nós fazemos uma estimativa daquilo que nós podemos realizar. Mas com o trabalho precioso das nossas equipes, vimos que a gente consegue executar muito mais do que aquilo que havíamos imaginado. Então estou muito feliz em poder reavaliar as nossas metas, e também estou feliz com o empenho das nossas equipes no cumprimento dessas metas e no aprimoramento do trabalho realizado por cada equipe aqui na Sedhast”, destacou a secretária, Elisa Cleia Nobre.

Ainda sobre os aditivos nos contratos de gestão, o superintendente de gestão estratégica, Thanner Nogueira, enfatizou que eles permitem o reposicionamento de algumas prioridades de governo. “Muitos dos projetos que foram planejados lá no começo do ano, tiveram necessidade de ter alterações e complementações, e alguns poucos projetos novos tiveram oportunidade de serem colocados na agenda do governador. Então, isso reforça a necessidade de continuarmos fazendo a execução, controle de tudo isso para que o governador tenha na sua mão um instrumento que norteie e permita o monitoramento das ações e avaliação dos resultados de governo”.

Além da Sedhast, Sejusp, PGE, Seinfra, SAD, SED, SES e Semagro, repactuaram compromissos dos respectivos contratos de gestão.

Mireli Obando, Subcom
Foto: Chico Ribeiro (Arquivo)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *