Rádio e TV Educativa de MS

Conheça o passo a passo para fazer ensino médio no exterior

Estudar fora do país, além melhorar a fluência em outro idioma, ajuda a fortalecer a independência e enriquece o repertório cultural
0

Por meio de um intercâmbio, o ensino médio pode ser realizado no exterior. Estudar fora do país, além melhorar a fluência em uma segunda língua, ajuda a fortalecer a independência e enriquece o repertório cultural.

O blog Novos Alunos, do SEB (Sistema Educacional Brasileiro), explica que o programa high school tem o objetivo de proporcionar essa experiência para jovens de 14 a 19 anos. Eles terão aulas das disciplinas do ensino médio no idioma local durante um ou dois semestres.

Créditos: Antonio_Diaz

 

Descubra como fazer o ensino médio na gringa com intercâmbio

Para que essa oportunidade seja vivenciada da melhor forma possível, é necessário preparo e organização. Abaixo, veja algumas dicas.

Procure por bolsas de estudo para intercâmbio High School

Intercâmbios de ensino médio também oferecem possibilidades de bolsas de estudo. Existem programas de diferentes organizações que oferecem bolsas de estudo para High School – alguns inclusive arcam com 100% do valor. É o caso do AFS e do Jovens Embaixadores. Algumas agências também realizam processos seletivos com o intuito de auxiliar o período de estudos no exterior. Fique atento!

Procure vagas com antecedência

A procura por vagas em uma escola estrangeira precisa ser feita com, no mínimo, seis meses de antecedência. A própria instituição brasileira na qual o aluno está matriculado pode auxiliar nessa pesquisa. Outra opção é contar com a ajuda de empresas especializadas em intercâmbio.

Procure sua acomodação/hospedagem

Créditos: Zizo Asnis

Albergue em Aquitania, França

Estabelecendo o tempo de duração é importante saber sobre as formas de moradia porque isso pode influenciar no seu planejamento financeiro e impactar na fluência e sistematização do uso da língua. Veja algumas formas de acomodação:

  • Homestay

O programa “Casa de Família” é uma das opções que mais gera procuras quando se pensa em acomodação em outro país. Os estudantes quando estão passando por esta etapa, já estão cientes dos benefícios que este programa pode acrescentar em seu projeto.

  • Sharehouse

Muito dos intercambistas deixam seu país engajados neste programa. Atualmente, está cada vez mais fácil encontrar lugares para morar/dividir. Nas redes sociais existem muitos grupos/comunidades de pessoas que estão compartilhando da mesma situação. Além de ter um custo menor, este programa proporciona o convívio com outras culturas, hábitos novos e muito conhecimento.

  • Campus

Várias escolas oferecem acomodação em suas próprias dependências. Nesse caso, a acomodação está localizada na própria escola ou universidade. Uma opção interessante para autonomia, fluência e o custo benefício do campus agrada muitas famílias.

Para ler o restante das dicas, visite o site Novos Alunos.

FONTE: Catraca Livre

Compartilhe:

Deixe sua resposta

Seu endereço de email não será publicado.