Conheça Dandara Zumbi, menina que traz visibilidade ao rap no Estado.

Compartilhe:

Desde os 10 anos ela ouve rap e desde os 14 participa de batalha de rimas. Hoje, com 18 anos de idade, ela decidiu se profissionalizar na música e já possui três lançadas. Essa é a história de Dandara Zumbi, menina que no meio de um Estado com uma cultura de maioria sertaneja, deu visibilidade ao rap.

Casada e dona de casa, ajuda seu marido em um comércio que possuem na Avenida Guaicurus. Foi criada pela mãe e pela vó que para ela sempre foram símbolo positivo de trabalho duro e esforço. “minha mãe que morava no Dom Antônio tinha que trabalhar e muitas vezes não arrumávamos vaga na creche e não tínhamos condição de contratar alguém para me cuidar e minha linda vó desempenhava tal papel com excelência, ela morava na Moreninha 3”.

Por muitas vezes as acompanhou enquanto vendiam doces e chipas nos terminais ou sabão de álcool de porta em porta. “Sempre nos viramos e eu tenho muito orgulho da minha família”, afirma. Ela acredita que todos possuem chances de reverter as situações negativas em suas vidas, “Isso é empoderamento, é o talento da resiliência, exemplos existem vários como Nina Simone, Billy Holiday, Etta James… mas os principais são minha vó e minha mãe”.

Suas letras falam sobre o seu ponto de vista do mundo, um ponto de vista feminino que está sempre presente em sua arte. Para ela, isso traz uma maior riqueza de detalhes às suas músicas. Com uma carreira em ascensão e um vídeo com mais de 100 mil visualizações na página do Facebook “Sessão de Rap”, ela afirma que está em processo de produção de novas obras e tem um projeto em andamento com o produtor carioca Papa Ricky.

Para ver mais de seus trabalhos, acesse sua página no faceboook e seu canal no youtube. Você pode ver o vídeo mais visualizado dela neste link da página Sessão de Rap.


Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *