plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour

Com iniciativas de sucesso, Criança Feliz em MS recebe visita de consultora da Unesco

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Mato Grosso do Sul tem registrado experiências de êxito no âmbito do Programa Criança Feliz, como a que recentemente ajudou o país em conquista de prêmio internacional. E para conhecer melhor a realidade local os municípios de Nova Alvorada do Sul, Terenos, Dois Irmãos do Buriti, São Gabriel do Oeste, Nova Andradina, Campo Grande, Corumbá e Ponta Porã, recebem a partir desta segunda-feira (21.10), até o próximo mês, a visita da consultora da Unesco, Lisane Lima.

“Nós estamos percorrendo os estados que estão em execução no Programa Criança Feliz, e vamos acompanhar as visitas domiciliares nos municípios. Nosso objetivo, com a participação do estado de MS, é perceber como o programa tem impactado diretamente nos municípios”, conta a consultora.

Consultora da Unesco, Lisane Lima

Em MS, a Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), via Coordenadoria de Proteção Social Básica – Programa Primeira Infância no SUAS (Criança Feliz), acompanha o desenvolvimento das atividades nos municípios e está dando o suporte para a visita.

Lisane reforça que observa ações positivas realizadas pela coordenação estadual do programa. “O que a gente percebe é essa articulação junto aos municípios e esse apoio técnico que está na competência do Estado. MS tem feito capacitações e seminários visando disseminar a importância do desenvolvimento infantil. O Estado vem dando esse apoio e isso é positivo”, ressalta.

Titular da Sedhast, Elisa Cleia Nobre (ao centro), recebe a consultora ao lado da equipe que coordena o Criança Feliz em MS

Em Mato Grosso do Sul 27 municípios já iniciaram as visitas domiciliares, totalizando 196.988 visitas realizadas até o momento, conforme dados do Prontuário Eletrônico SUAS desse mês.

Entre outras observações a abordagem familiar, a efetividade do acompanhamento, o planejamento de como chegar nas residências, também é foco da visita da consultora. “Temos observado nos municípios esses fatores, como o programa tem chegado às crianças, por exemplo, deficientes, indígenas e quilombolas”, finaliza.

Criança Feliz

O programa é coordenado pelo Ministério da Cidadania, por meio da Secretaria Especial do Desenvolvimento Social. Ele atende gestantes e crianças de até três anos do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, e de até seis anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC). O programa integra ações nas áreas da saúde, assistência social, educação, justiça, cultura e direitos humanos.

Leomar Alves Rosa – Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast)

Foto capa: Mauro Vieira – Secretaria Especial do Desenvolvimento Social

Fotos internas: Matheus Barreto, estagiário do Vale Universidade, na Sedhast

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.