plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour

Cinema chileno e italiano e Ingmar Bergman em destaque no Assunto é Cinema

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Em tempos de isolamento em virtude da crise com o Covid-19, o programa O Assunto é Cinema com Clayton Sales passa a indicar produções dos serviços de streaming Netflix e Amazon Prime, além das eventuais resenhas de sempre sobre clássicos do cinema, trilhas sonoras e grandes diretores. O programa da Educativa 104.7 FM começa 10h30 podendo ser acompanhado pela rádio ou online pelo Portal da Educativa.

Entre os destaques do programa desta terça-feira (14/07) estão a análise do filme chileno  “Ninguém Sabe que Estou Aqui” do diretor Gaspar Antillo e a crítica de “18 Presentes”, produção italiana do diretor Francesco Amato, ambos produções exclusivas do serviço de streaming Netflix. Clayton Sales ainda celebra o aniversário de 20 anos do longa que originou a franquia dos mutantes da Marvel na Fox, “X-Men” de Bryan Singer, e celebra a carreira do diretor sueco, Ingmar Bergman.

Ingmar Bergman nasceu em Uppsala na Suécia em 14 de julho de 1918 e estudou na Universidade de Estocolmo onde cursou Teatro e, posteriormente, Cinema. Ingmar Bergman iniciou a carreira em 1941, escrevendo a peça teatral “A Morte de Kasper”. Em 1944 escreveu o primeiro argumento para o filme “Hets” e, no ano seguinte, realizou seu primeiro filme como diretor, “Kris”. Seus trabalhos lidam com questões existenciais como a mortalidade, a solidão e a fé e suas influências literárias são referências teatrais: Henrik Ibsen e August Strindberg.

Ingmar Bergman ganhou 3 Oscars para filmes estrangeiros com os longas “A Fonte da Donzela” em 1959, “Através de um Espelho” em 1961 e “Fanny e Alexander” em 1982, sem contar os inúmeros prêmios nos Festivais de Cannes, Berlim e Veneza. Entre seus filmes mais famosos estão “O Sétimo Selo” de 1956 que também teve o roteiro escrito pelo diretor baseado numa peça de teatro de sua autoria e “Morangos Silvestres” de 1957,  título traduzido do sueco que refere-se ao lugar (stället) onde se encontram morangos silvestres (smultron), uma clara metáfora para a experiência do protagonista ao revisitar seu passado.

Ao longo de sua carreira, Ingmar Bergman realizou mais de 50 filmes e 125 produções teatrais que marcaram o cinema e o teatro com obras que marcaram a história da sétima arte. Seu último longa como diretor foi “Saraband”, um drama familiar feito direto para a televisão em 2003. O cineasta faleceu aos 89 anos em 30 de julho de 2007.

Sintonize – Apresentado por Clayton Sales, o programa O Assunto é Cinema traz a trilha sonora da sétima arte para as ondas do rádio, e vai ao ar às terças e sextas-feiras, a partir das 10h30 às 12h, na Educativa 104.7 FM, podendo ser acompanhado também pelo Portal da Educativa. Siga o programa nas redes sociais: facebook / instagram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *