plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour

Blues & Derivados homenageia o lendário gaitista Big Walter Horton

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Big Walter Horton é o homenageado no destaque comentado do Blues & Derivados deste sábado. (foto: reprodução)

Blues & Derivados com Clayton Sales deste sábado (10/04) homenageia o lendário gaitista norte-americano Big Walter Horton. Esta e muitas outras atrações você pode ouvir a partir das 17h na Educativa 104.7 FM.

Nascido Walter Horton em Horn Lake, Mississippi, em 6 de abril de 1917, Big Walter Horton começou a tocar harmônica/gaita com cinco anos de idade. Assim como muitos dos músicos de Blues, gastou muito de sua carreira sobrevivendo com um salário ínfimo e a constante discriminação de um Estados Unidos segregado. Nos anos de 1930, tocou com um variedade de músicos de Blues na região do delta do Mississipi.

As primeiras gravações de Big Walter Horton foram feitas em Memphis, como ajudante do guitarrista Little Buddy Doyle, nas gravações de Doyle para as gravadoras Okeh Records e Vocalion Records, em 1939. Essas gravações foram no formato de dueto acústico, popularizado por Sleepy John Estes e seu gaitista Hammie Nixon. Ele teve de parar de tocar eventualmente por conta de sua saúde fraca, e trabalhou fora da indústria fonográfica no início dos anos 1940.

Nos anos 1950, Big Walter Horton voltou a trabalhar na música, como um dos primeiros a gravar para Sam Phillips, na Sun Records em Memphis, gravadora de grandes lendas como Elvis Presley, Carl Perkins, e Johnny Cash. As gravações de Big Walter para a Sun incluem participações do jovem Phineas Newborn, Jr. no piano, que mais tarde ganharia fama como pianista da Jazz. Sua música instrumental gravada nessa época, “Easy”, foi baseada na música de Ivory Joe Hunter, “I almost lost my mind”.

Ainda durante os anos 1950, Big Walter Horton apareceu na cena do Blues em Chicago, onde tocou frequentemente com colegas músicos de Memphis e do Delta que também haviam se mudado para o norte, entre eles os guitarristas Eddie Taylor e Johnny Shines. Quando Junior Wells deixou a banda de Muddy Waters no final de 1952, Horton o substituiu por tempo suficiente para fazer uma sessão com Waters em Janeiro de 1953.

Big Walter Horton também fez grande uso de técnicas como o “tongue-blocking” que marcaria seu estilo. O solo de Horton na gravação de 1956 de Jimmy Rogers para a Chess Records, “Walking by myself” é considerado por muitos como um dos pontos altos de sua carreira e do Blues de Chicago dos anos 1950.

Também conhecido como “Mumbles” (aquele que resmunga, em tradução livre) e “Shakey” (balançador, traduzindo livremente) por conta do movimento de sua cabeça enquanto tocava a gaita, Horton foi ativo na cena do Blues de Chicago durante os anos 1960 enquanto o Blues ganhava popularidade.

Do anos 1960 em diante, Big Walter Horton fez gravações e apareceu frequentemente como acompanhante de músicos como Eddie Taylor, Johnny Shines, Johnny Young, Sunnyland Slim, Willie Dixon, entre outros. Horton fez várias turnês e, nos anos 1970, tocou em festivais de Blues e música Folk nos Estados Unidos e Europa, frequentemente com a “Willie Dixon’s Chicago Blues All-Stars”. Na mesma época, Horton fez participações nas gravações de músicos de Blues e Rock como Fleetwood Mac e Johnny Winter.

Em 1977, Big Walter Horton se juntou com Johnny Winter e Muddy Waters no álbum “I’m ready”. Horton apareceu na cena da Maxwell Street, no filme dos anos 1980, “The Blues Brothers”, acompanhando John Lee Hooker. Big Walter Horton morreu de parada cardíaca em Chicago, no ano de 1981, com 64 anos e foi enterrado no cemitério Restvale em Alsip, Illinois. Fique com uma palhinha do programa de sábado com Big Walter Horton se apresentando em Copenhagen em 1970:

 

 

Sintonize – Com apresentação de Clayton Sales, o programa Blues & Derivados vai ao ar aos sábados, das 17h às 20h, na Educativa 104.7 FM. O programa também pode ser acompanhado ao vivo pelo Portal da Educativa (na aba “Ouça a Rádio”). Siga o programa nas redes sociais: facebook / instagram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *