plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour
Pular para o conteúdo

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

20 de maio de 2024 - 05:22

Blues & Derivados homenageia Buddy Guy

Buddy Guy é o homenageiado do Blues & Derivados de sábado. (foto: reprodução)

Blues & Derivados com Clayton Sales deste sábado (31/07) homenageia o guitarrista e cantor Buddy Guy que celebra seus 85 anos essa semana. Esta e muitas outras atrações você pode ouvir a partir das 17h na Educativa 104.7 FM.

George Guy nasceu em 30 de julho de 1936 em Lettsworth, Louisiana. Buddy Guy é um guitarrista e cantor norte-americano de Blues e Rock. Ele foi inspiração para Jimi Hendrix e Eric Clapton e é considerado um importante expoente do Chicago Blues. A revista Rolling Stone elegeu Buddy Guy o 23º melhor guitarrista de todos os tempos.

Aos sete anos, Buddy fez sua primeira guitarra amarrando em um pedaço de madeira duas cordas presas por grampos de cabelo de sua mãe e com ela, Buddy treinou suas primeiras técnicas musicais até ganhar um violão acústico Harmony.  Em 1957, Buddy Guy foi convidado por um amigo para ir a Chicago tocar guitarra na noite e trabalhar durante o dia. Guy aproveitou a oportunidade pensando em ganhar dinheiro e ainda poder conhecer os mestres Howlin’ Wolf, Muddy Waters e Little Walter.

 

As primeiras gravações

 

Ele gostava de tocar como B.B. King e atuar no palco como Magic Slim. Buddy resolveu enviar uma fita para a gravadora Chess Records, selo tradicional de Blues que contava com artistas como Willie Dixon, Muddy Waters, Howlin’ Wolf, Little Walter e Koko Taylor. Em 1960, Buddy começou a fazer as guitarras das gravações dos grandes mestres da Chess.

Cansado de ser o apoio da gravadora, Buddy gravou em 1967 a música”I Left My Blues” pela Chess Records. Em 1968, foi para a Vanguard Records e gravou dois álbuns: “A Man and His Blues” e “Hold That Plane”.  Buddy inicia em 1970 uma parceria com o gaitista Junior Wells e lança o disco “Buddy and the Juniors”. Em 1972, sai o disco “Buddy Guy and Junior Wells Play the Blues” com produção de Eric Clapton, Tom Dowd e Ahmet Ertegum, um dos melhores álbuns de Buddy.

Buddy Guy se associou em 1974 a Bill Wyman, baixista dos Rolling Stones que produziu e tocou no álbum ao vivo “Drinkin’ TNT ‘n’ Somkin’ Dynamite”. Depois de um tempo fora dos holofotes, Buddy Guy abriu em 1989 o clube “Buddy Guy Legends”, em Chicago.

 

O retorno

 

Entre 1990 e 1991, Guy tocou com Eric Clapton no Royal Albert Hall, em Londres, num show somente de guitarristas. Esta participação rendeu um contrato com a Silvertone Records, onde ele gravou “Damn Right, I’ve got The Blues” em 1991, disco que contou com a participação especial de Eric Clapton, Jeff Beck e Mark Knopfler. O álbum vendeu 500 000 cópias e ainda rendeu um Grammy para Buddy.

Em 1993, Buddy Guy gravou “Feels Like Rain” e em 1994, “Slippin’ In”, ganhando o Grammy com os dois discos. Nos anos seguintes, Buddy Guy lançou os álbuns “The Real Deal” (1996), “Heavy Love” (1998), “Sweet Tea” (2001) “Blues Singer” (2003) e “Bring ‘em In” (2005) com a participação de Carlos Santana e John Mayer. Em 2018, Buddy Guy lançou “The Blues is Alive and Well”, o 18º álbum de estúdio da carreira.

Fica aqui uma palhinha do programa de sábado com Buddy Guy fazendo uma dobradinha com B.B. King no videoclipe da música “Stay Around a Little Longer”, direto do canal de Buddy no YouTube:

 

 

Sintonize – Com apresentação de Clayton Sales, o programa Blues & Derivados vai ao ar aos sábados, das 17h às 20h, na Educativa 104.7 FM. O programa também pode ser acompanhado ao vivo pelo Portal da Educativa. Siga o programa nas redes sociais: facebook / instagram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *