plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour
Pular para o conteúdo

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

23 de julho de 2024 - 17:42

Ato marca início da concessão da MS-112 e trechos federais

Solenidade na quinta-feira (23), às 14h30, no auditório da Governadoria marca o início da concessão da rodovia estadual MS-112 e trechos das rodovias federais BR-158 e BR-436. Na ocasião, será celebrado o contrato entre Governo de Mato Grosso do Sul e Consórcio Way Brasil, vencedor do certame e responsável pela manutenção viária e melhorias de tráfego e segurança nos trechos rodoviários, localizados no Bolsão.

A concessão beneficia diretamente 230 mil habitantes dos municípios abrangidos pelas rodovias (Cassilândia, Paranaíba, Aparecida do Taboado, Inocência, Selvíria e Três Lagoas), além de trabalhadores do setor de transportes e turistas, reduzindo o tempo gasto nos deslocamentos e no custo do escoamento da produção agrícola e industrial da região Leste de Mato Grosso do Sul.

A cerimônia é marcada também pela inédita assinatura do termo de arrolamento de bens, que geralmente é feito após a publicação do ato, em até 30 dias. O feito permite que a lacuna entre os documentos seja abreviada, garante mais agilidade para o início das operações.

Todo o processo – desde a fase de estudos – foi coordenado pelo Escritório de Parcerias Estratégicas do Governo do Estado, que modelou o projeto até a fase atual de assinatura do contrato de concessão e termo de arrolamento de bens, necessários para a formalização.

Investimentos e benefícios diretos

Ao todo serão R$ 3,5 bilhões em investimentos em infraestrutura, ao longo de 30 anos de contrato.

Três rodovias fazem parte da concessão dos serviços: MS-112, que liga Três Lagoas à Cassilândia; trecho da BR-158, entre o entroncamento da MS-306 (Cassilândia) até a MS-444 (Selvíria); BR-436, do entroncamento com a BR-158 (Aparecida do Taboado) até a divisa com o estado de São Paulo, incluindo a ponte Rodoferroviária.

A concessionária deverá recuperar, manter a conservação e ampliar a capacidade rodoviária de 412,5 quilômetros de estradas em Mato Grosso do Sul, incluído os 3,8 km da ponte Rodoferroviária, oferecendo agilidade, segurança aos usuários e novas possibilidades logísticas para a Região do Bolsão.

Com a melhoria do sistema rodoviário da MS-112 e trechos das BR-158 e BR-436, as principais atividades econômicas da região ganharão mais impulso: Agropecuária e indústria de celulose (Três Lagoas); Agropecuária (Selvíria, Inocência, Aparecida do Taboado e Paranaíba); Silvicultura (Selvíria e Cassilândia); Indústrias frigoríficas (Cassilândia); Indústrias de açúcar (Aparecida do Taboado).

Laine Breda, Comunicação EPE
Fotos: Edemir Rodrigues

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *