plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour
Pular para o conteúdo

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

22 de julho de 2024 - 21:44

Astrólogo, Psicólogo Junguiano e Baterista: Na Cadeira do DJ com Carlos Maltz

Carlos Maltz conversa com Gilson e Celito Espíndola (foto: Daniela Lima)

A Cadeira do DJ de hoje (09/07) foi ocupada por uma figura histórica do Rock Nacional: Carlos Maltz, um dos membros fundadores do Engenheiros do Hawaii. O baterista gaúcho conversou com Gilson e Celito Espíndola sobre a carreira com a banda, a descoberta da Astrologia e da Psicologia além de seus livros.

O começo em Porto Alegre foi em uma apresentação que era para ter sido a única mas acabou formando a banda que viria ser uma das mais famosas entre as que se destacaram nos anos 80. Depois dessa apresentação aconteceu o festival que reuniu as bandas do Rio Grande do Sul na coletânea que viria a ser lançada com o nome “Rock Grande Gaúcho” e que acabou dando início à carreira profissional do grupo na época formado por Humberto Gessinger, Carlos Maltz, Carlos Stein e Marcelo Pitz. “As bandas de Brasília abriram isso de trazer outras bandas de fora do eixo, tanto que o primeiro disco se chamava “Longe demais das capitais”, na época a indústria fonográfica dominava tudo”.

Os anos 80 foram a época em que o Rock Nacional foi destaque na música popular, algo que hoje está longe de acontecer e talvez nem se repita, segundo Maltz. “Como é interessante essa coisa da época, não só no Brasil como no mundo. Era uma época alegre. Isso refletia na música, as letras traziam as discussões do momento”. Nessa linha, Celito questionou Maltz: “o que acontece com a música de hoje que parece não dizer nada?”. De acordo com Maltz “há um vazio de ideias no mundo, não só na música. A música daquela época era veículo pra ideias, hoje os caras não tem perspectiva de causar nada. Hoje em dia, como é que alguém vai causar alguma coisa na música com tanta informação?”, ponderou. Celito relacionou essa falta de perspectiva com o público de hoje “você não acha que a música fala só o que a sociedade quer ouvir?” ao que Maltz acrescentou “é como o que veio primeiro, o ovo ou a galinha? A música de hoje diz o que a sociedade tem que ouvir ou diz o que quer ouvir?”, concluiu.

Carlos Maltz (foto: Daniela Lima)

Depois da carreira musical, Maltz se descobriu Astrólogo, paixão que ele desenvolvia desde os anos 80 quando lia muito sobre o assunto e descobriu estudos acadêmicos relacionando a Psicologia Junguiana com a Astrologia, um caminho que ele optou por seguir após se desligar da banda e começar vida nova em Brasília em 1999. Nessa época ele ainda lançou o livro “Abilolado Mundo Novo” pela Via Lettera, “um livro que brotou de discussões sérias na internet, em um formato muito pop e interativo”. O livro veio de discussões online com os fãs sobre os mais variados assuntos que depois foram reunidos através dos mapas astrais dos participantes, selecionados e formatados como um livro.

No plano da música, Carlos Maltz ainda formou um duo com o guitarrista Marcus Melgar e lançou os trabalhos “A Irmandade Interplanetária” e “Anjos de Metal” em 1996 e 1997. O baterista ainda lançou em 2001 seu trabalho solo com “Farinha do Mesmo Saco”, álbum que contou com a participação de Humberto Gessinger no baixo remontando a parceria naquele que segundo Maltz, na visão dos fãs “foi o disco mais Engenheiros depois que a formação original acabou”. Atualmente Maltz faz consultas misturando Astrologia e Psicologia se apresentando em palestras sobre os assuntos. Seu último livro e também seu primeiro romance ficcional, “O Último Rei do Rock”, foi lançado em 2015 pela editora Belas Letras e conta a história de Juan MLK, um jovem que pelos desígnios do acaso nasceu no mesmo dia, hora e hospital onde morria John Lennon e que tinha como sonho ser mais famoso que o próprio.

Sintonize – Apresentado por Gilson e Celito Espíndola, o programa Na Cadeira do DJ vai ao ar às segundas e quartas-feiras, das 10h30 às 11h30, na FM 104.7 Educativa podendo ser acompanhado também pelo Portal da Educativa (na aba Ouvir a Rádio).

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *