plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour

Após concessão da MS-306, municípios já receberam mais de R$ 4 milhões com receitas da rodovia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Além das melhorias de estrutura e segurança no tráfego, a concessão da rodovia MS-306 pelo Governo do Estado também gerou recursos para os municípios de Costa Rica, Chapadão do Sul e Cassilândia. Eles receberam R$ 4,09 milhões em impostos sobre a arrecadação do pedágio cobrado na rodovia.

Estes valores correspondem foram repassados aos municípios de abril de 2021 a janeiro de 2022. Trata-se da cobrança do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), sobre a tarifa de pedágio. Este repasse é feito de forma mensal e ajuda os prefeitos para pagamento de compromissos e investimentos nas cidades.

Segundo a concessionária Way-306, responsável por administrar a rodovia, o valor (imposto) enviado a cada município é calculado com base na extensão territorial de cada cidade na rodovia, sendo que o recolhimento do imposto segue a alíquota do imposto definida pela legislação dos municípios, que é de 5%.

Nesta divisão Cassilândia fica com 38,36%, Costa Rica 36,81% e Chapadão do Sul 24,83%. O recurso pode ser usado para investimentos em diferentes setores como saúde, esportes, educação, infraestrutura e segurança.

Neste balanço de dez meses (abril de 2021 a janeiro de 2022), Costa Rica recebeu R$ 1.506.953,00, Cassilândia R$ 1.570.364,41 e Chapadão R$ 1.016.447,28.

Pedágio na rodovia MS-306 (Foto: Divulgação/Way-306)

Concessão

 A MS-306 foi a primeira rodovia que teve a concessão do Governo do Estado à iniciativa privada. O contrato foi firmado em março de 2020 e a partir de 22 de abril deste ano o Consórcio Way-306 assumiu a administração da rodovia por 30 anos.  A intenção é que com estes novos investimentos possa melhorar as condições do tráfego local, levar conforto aos motoristas e assim reduzir o número de acidentes.

O contrato de concessão da rodovia MS-306 tem previsão de investimento de R$ 1,7 bilhão na via. Segundo estudos realizados, vai se reduzir o número de acidentes, além de reduzir o tempo de deslocamento dos veículos, com uma economia de 4 milhões por ano nos investimentos e manutenção da rodovia.

“Estes investimentos trazem segurança na rodovia, conforto, praças de pedágio que vão dar segurança ao usuário, aos carros e com carros de apoio. Segurança total, aos moldes das rodovias que são concessionadas. Ainda alivia ao Estado, pois este investimento será feito pelo setor privado”, ponderou o governador Reinaldo Azambuja.

Leonardo Rocha, Subcom
Foto Capa: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.