plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour
Pular para o conteúdo

Institucional

FM 104,7 [ AO VIVO ]

21 de julho de 2024 - 14:59

Andróides, homenagens e estreias são as estrelas do Assunto é Cinema de Hoje

O diretor Walter Hugo Khouri

“Blade Runner” estreou em 25 de junho de 1982, o filme de Ridley Scott completa essa semana 36 anos e é tema do Assunto é Cinema de hoje com Clayton Sales. O diretor brasileiro Walter Hugo Khouri e o polonês Krzysztof Kieślowski serão os homenageados do programa que também trará uma crítica ao terror Hereditário que estreou recentemente nos cinemas da capital.

O clássico neo-noir cult de Ridley Scott, “Blade Runner”, chega aos 36 anos como um marco na história do cinema. Livremente baseado no livro “Androides sonham com ovelhas elétricas” de Philip K. Dick, o longa teve uma trajetória difícil desde sua concepção quando interferências do estúdio e problemas entre diretor e equipe quase colocaram toda a produção em perigo. O estoicismo de Ridley Scott e sua visão não impediram que o estúdio montasse uma versão para o cinema mais leve, com um novo final frustrante por destoar de todo o resto filme e uma narração em off de um desmotivado Harrison Ford onde Deckard explica todo a trama. Além disso, Blade Runner teve uma péssima recepção de público e crítica e só foi ganhar o status de cult ao chegar no mercado do VHS, o que em 1992 motivou os produtores a relançarem o corte original concebido por Ridley Scott. A trilha de Vangelis é emblemática e só pode ser lançada no mesmo ano já que os produtores não permitiram o compositor lançar um álbum com sua performance na trilha e sim uma versão da New American Orchestra, nem de longe tão boa como a original.

Krzysztof Kieślowski

Walter Hugo Khouri marcou o cinema nacional ao dirigir ao longo de sua carreira 25 longa-metragens. O diretor começou em 1953 com “Gigante de Pedra” e terminou a carreira com “As Feras”, este lançado em 2001 apesar de ter sido filmado em 98. Filho de pai libanês e mãe italiana, Walter nasceu em 1929 em São Paulo, onde faleceu em 2003 depois de uma carreira de quase 50 anos como diretor de cinema. O polonês Krzysztof Kieślowski é mais conhecido pela trilogia das cores: “A Liberdade é Azul”, “A Igualdade é Branca” e “A Fraternidade é Azul”, grandes marcos da fase francesa da carreira do diretor. Krzysztof começou na Polônia produzindo documentários logo que saiu da faculdade mas não tardou a começar uma premiada série de trabalhos na França, onde continuou produzindo até o fim da vida em 1996 aos 54 anos.

Sintonize – Apresentado por Clayton Sales, o programa O Assunto é Cinema traz a trilha sonora da sétima arte para as ondas do rádio, e vai ao ar às terças e sextas-feiras, a partir das 10h30, na FM 104.7 Educativa, podendo ser acompanhado também pelo Portal da Educativa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *