plan cul gratuit - plan cul toulouse - voyance gratuite amour

‘A Hora do Chamamé’ desta segunda terá bate-papo com o músico Desidério Souza

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

O programa A Hora do Chamamé está exibindo uma série de entrevistas com os músicos que irão participar do “1° Encontro de Chamamezeiros de Mato Grosso do Sul” que será realizado de 18 a 20 de fevereiro/2022. O programa vai ao ar de segunda a sexta-feira pela FM Educativa 104.7, das 17 as 19 horas.

O entrevistado desta desta segunda feira, dia 07 de fevereiro, é o acordeonista gaúcho Desidério Souza, da cidade de São Luiz Gonzaga/RS. A entrevista irá ao ar as 18 horas.

INFORMAÇOES PROFISSIONAIS:

José Desidério Luz de Souza, nome artístico Desidério Souza, natural de São Luiz Gonzaga, vem de uma família de músicos, pois o seu avô Desiderio já era um exímio acordeonista na época, chamado para tocar acordeon nos mais diversos bailes e eventos da região. Arte, esta que foi repassada   ao neto pelo pai José Martins de Souza, “o Zé do Dério”.

Desidério se criou praticamente tocando gaita, ao ponto de não se recordar de sua primeira infância sem a gaita, a qual a mãe conta “que andava arrastando” já com dois aninhos. Então, aos seis anos Desidério começou a tocar já algumas músicas e acompanhava o pai dele, professor de acordeon, no CTG, onde ministravam aula para umas 20 pessoas, à tarde e aos finais de semana. Com 10 anos saiu tocar “profissionalmente” acompanhando grupos de bailes, de São Luiz Gonzaga e região. Entre eles: o Grupo “Jorge Bom Fim e Balanço da Cordeona”; os “Lendários”; “Grupo Sete Povos” entre outros tantos.

Também acompanhou outros colegas músicos em diversos festivais, tem mais de cem troféus como melhor instrumentista e/ou cantor, desde então tem participado com destaque de rodeios e festivais de música do sul do Brasil e fora dele.

Há dois anos está em carreira solo. É acordeonista, cantor, compositor, arranjador musical e produtor cultural. Vencedor de vários festivais no Brasil e fora dele, tem mais de 30 anos de carreira musical. Tem um estilo único de tocar acordeon que o diferencia, pois toca com a alma.  A autenticidade da música missioneira se agiganta através do talento do acordeonista e cantor Desidério Souza, um dos mais competentes músicos do cenário regional gaúcho, cuja singeleza no cantar se entrelaça harmoniosamente, com os acordes da gaita botoneira que ele dedilha com maestria.

Alguns festivais, que participou:

Ano de 1994

Itaqui-RS – Fegartinho, concurso Regional do Rio Grande do Sul;

Ano de 1995

Santo Antônio das Missões-RS, mês de Janeiro, XII Encontro de Marcas, CTG Porteira das Missões 1º Lugar na Gaita de Botão;

São Borja-RS, Centro Nativista Boitatá, VII, Volteada Internacional, ocorrido de 19 a 22/01/1995,1º Lugar na Gaita Ponto;

Osório-RS, no XV Rodeio Crioulo Internacional da VII Tafona da Canção Nativa realizada de 29/03 a 02/04/1995, 1º Lugar Gaita Ponto;

Santa Rosa-RS,11 e 12/11/1995, Tricampeão do Fegartinho, com a gaita de botão e a gaita mais de oito baixos;

Ano de 1996

Bossoroca-RS na Primeira Carreteada da canção, em 06, de junho, 1º Lugar Gaita Ponto;

São Borja-RS, Ano da Consciência Tradicionalista, em novembro, tricampeão   fegartinho Gaita ponto e oito baixos;

Ano de 1997

São Luiz Gonzaga-RS, CTG Galpão de Estância, 1º Lugar na Gaita Ponto.

Ano de 1998

Santo Antônio das Missões, 29 de março, Primeiro Bodocaço, 1º Lugar na Gaita Ponto.

Ano de 1999

Santo Antônio das Missões-RS, 3º Sinuelo da Poesia Crioula e 1º Aparte do canto e Dança, 06 de junho, 1º- lugar na gaita ponto. Nesse mesmo festival o 1º lugar na Gaita de Oito Baixos;

São Borja no CTG Boitatá, primeiro Festival da Chalana, 1º lugar na gaita de botão;

Santo Antônio das Missões, mês de Janeiro, no Terceiro Rodeio Artístico e Cultura, Encontro de Marcas, 1º lugar na gaita de Botão;

Santo Antônio das Missões, em 21, de março no Segundo Bodocaço, 1º lugar na gaita ponto.

Ano de 2000

Santa Rosa-RS de 11/12/ de novembro, na 3ª Amaucha, Amostra da Arte Gaúcha, 1º lugar na gaita ponto;

São Francisco de Assis, CTG Pedro Telles, ocorrido em 07 de maio, 1º Lugar Gaita Ponto;

Santo Ângelo-RS, GDF OS Farroupilhas, 4ª Tertulia, 1º lugar Gaita de Botão.

Ano de 2001

São Luiz Gonzaga, no CTG Galpão de Estância, no Festival de Galpão, 1º Lugar na Gaita de Botão.

Ano de 2002Ijuí-RS, 3º Ronda na cidade de Ijuí-RS, 1º Lugar na Gaita Ponto;

Santo Antônio das Missões-RS, mês de março, no 5º Bodocaço, 1º lugar na gaita ponto.

Ano de 2003

São Luiz Gonzaga-RS, no mês de março CTG Galpão de Estância, no Festival de Galpão, 1º Lugar na Gaita Ponto.

Ano de 2004

Santa Cruz-RS, campeão do Fegarte, 1º Lugar Gaita Ponto.

Ano de 2005

Porto Xavier-RS, em 11 de dezembro, Terceira Balseada Artística e cultural, 1º lugar Gaita Ponto.

Santa Cruz- RS, na 20 edição do Enarte, em 11 de novembro, terceiro lugar na Gaita Mais de Oito Baixos;

Ano de 2006

Augusto Pestana-RS, no Rodeio Artístico e Cultural, CTG Porteira do Cadeado,1º lugar Gaita de Botão.

São Francisco de Assis-RS, no mês de junho, festival Querência do Bugio, duplamente premiado, com o 1º lugar gaita ponto e mais instrumentista Revelação.

Santa Cruz, na 21 edição, no Enarte, 1º Lugar na Gaita Ponto.

Ano de 2007

São Francisco de Assis-RS, 07 e 08 de junho, no Festival Querência do Bugio, prêmio Melhor gaiteiro, troféu Eurides Nunes;

Santa Cruz-RS, Enarte, 1º Lugar Gaita de Botão. Na cidade de Sapucaia do Sul-RS, Festival da Gianuba, junto com Miguel Marques, venceu o festival;

Palmeira das Missões-RS, no Carijo da Canção Gaúcha, juntamente com Nenito Sarturi, venceu o festival.

Ano de 2008

Pirapó-RS, mês de fevereiro, no Rodeio Crioulo, 2º lugar na Gaita Ponto;

Santo Antônio das Missões-RS,12 de outubro, na Terceira Invernada Missioneira, prêmio melhor gaiteiro;

Santo Ângelo-RS, Canto Missioneiro da Canção Nativa, com a música “canção das inquietudes.

Ano de 2009

Santa Rosa Del Monday, Uruguai, Festival Encontro das Aguas, melhor instrumentista e terceiro Lugar na canção;

Pirapó-RS, Terceira Entoada da Música Gaúcha, 1º Lugar Gaita Ponto;

Vacaria-RS, Festival “Bascaria de Los Pinares”, 1º lugar, melhor instrumentista;

Cruz Alta-RS, Festival Coxilha Nativista, com a música “sem chão para pisar”, 2º lugar;

São Borja-RS, Ronda de São Pedro, com a Música: “Dando um tempo para as milongas”.

Ano de 2010  

São Gabriel-RS, Festival Raios do Pampa, 1º Lugar Gaita Ponto;

Ijuí-RS, Festival de Etnias, 1º Lugar Gaita Ponto;

Cruz Alta-RS, na Coxilha Nativista, em 24 de julho, com a música “de Basto Mango e Chilena”.

Ano de 2011

Santo Ângelo-RS, Canto Missioneiro, com a música “Tributo a Sepé”;

Campo Bom-RS, Acampamento da Canção Nativa,1º Lugar na Gaita Ponto.

Ano de 2012

Santa Maria-RS, Tertúlia da Musica Nativista, melhor instrumentista;

Palmeira das Missões, venceu o Carijo da Canção.

Ano de 2013

Augusto Pestana, Festival Grito de Sepé, 1º Lugar na Gaita Ponto.

Ano de 2014

Torres-RS, Festival Via Mar, primeiro lugar, melhor gaiteiro.

Ano de 2015  

Palmeiras das Missões-RS, Festival do Carijo, campeão do Carijo.

Anos de 2016 e 2017

Afastamento dos Festivais, por causa dos compromissos assumidos em shows até o final de 2017.

Ano de 2018

São Borja-RS, campeão do Festival da Barranca 47ª Edição, na Semana Santa, primeiro lugar;

Tapejara-RS, mês de setembro, no 1º Festigaita, terceiro lugar   com a música “Chamamé Costeiro” de sua autoria, na gaita ponto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.